DJ em casa noturna
Foto Stock via Shutterstock
Ouça nova versão do disco ao vivo do Pink Floyd!  

Desde que a música eletrônica se popularizou no mundo todo, houve sempre fortes questionamentos a respeito da “credibilidade” de estilos como o Techno.

De um lado há quem diga que o trabalho de DJs e produtores voltados ao estilo é genuíno e importante, e de outro há pessoas que afirmam que esses artistas apenas “apertam botões”.

Pois a justiça alemã acabou de emitir um posicionamento importante a favor dos DJs, dizendo basicamente que Techno é música sim.

Música Eletrônica na Justiça

A questão judicial tem a ver com a tributação cobrada de casas de shows na Alemanha, sendo que até o último dia 29 de Outubro os clubes com DJs pagavam impostos de 19% na forma do VAT, enquanto locais com música ao vivo têm a obrigação de um valor bem menor, mais especificamente 7%.

Agora os tribunais alemães decidiram que o frequentador médio de um clube de techno ou house vai até o lugar primariamente para ver os DJs e ouvir seus sons, o que significa que boates são “similares a shows”.

Sendo assim, mesmo que não tenham músicos no palco tocando instrumentos orgânicos, os locais deveriam ser beneficiados com os mesmos impostos, sendo que a decisão oficial até fala sobre a questão de tocar música “de verdade” ou não:

Eles apresentam seus próprios trabalhos de novas músicas utilizando instrumentos no sentido mais amplo, criando novas sequências de som que têm suas características próprias.

E você, de que lado está nessa discussão?

 
FonteCoS
Compartilhar