Rolling Stone com Paul McCartney e Taylor Swift
 

Volta e meia a revista Rolling Stone, em sua matriz dos EUA, lança um especial chamado “Musicians on Musicians”.

A ideia aqui é que músicos consagrados se entrevistem, e após uma edição com Billie Joe Armstrong (Green Day) e Billie Eilish, agora temos um papo da cantora pop Taylor Swift com o lendário Paul McCartney.

A artista norte-americana se encontrou com o ícone dos Beatles em Londres no mês de Outubro e se preparou ouvindo McCartney III, o próximo álbum solo do cara.

Do lado de lá, ele ouviu o disco folklore, e ambos falaram a respeito de suas carreiras e do momento em que vivemos por causa da pandemia do novo Coronavírus e da COVID-19:

Eu acho que é importante ressaltar que se esse ano tivesse andado como imaginávamos, você e eu teríamos tocado no festival de Glastonbury esse ano. Ao invés disso, você e eu gravamos discos em isolamento.

Paul McCartney e Taylor Swift

Capa da Rolling Stone com Taylor Swift e Paul McCartneyApós falar isso, Taylor ainda continuou e se lembrou de uma ocasião dos dois ao lado de Dave Grohl, do Foo Fighters:

Swift: Eu me lembro de pensar que seria muito divertido porque eu relaciono todas as vezes que me encontrei com você com algumas das noites mais divertidas da minha vida. Eu estava em uma festa com você quando todo mundo simplesmente começou a tocar instrumentos. E tinha o Dave Grohl tocando, você…

McCartney: Você estava tocando uma das músicas dele, não estava?

Swift: Sim, eu estava tocando “Best Of You”, mas era ao piano, e ele não reconheceu até mais ou menos metade da música. Eu me lembro de pensar, “Você é o catalisador dos momentos mais divertidos de todos os tempos?”

Você pode ler a entrevista na íntegra, em Inglês, clicando aqui.