Paul McCartney e Taylor Swift
Fotos via Wikimedia Commons
 

Como te contamos hoje mais cedo, Paul McCartney Taylor Swift participaram do especial “Musicians on Musicians” da revista Rolling Stone dos EUA.

A ideia do “quadro” é que músicos consagrados se entrevistem, e após uma edição com Billie Joe Armstrong (Green Day) e Billie Eilish, agora temos um papo dos dois mega ídolos do Pop de épocas tão diferentes.

O encontro aconteceu para essa conversa mas o curioso é que, durante o papo, os dois lembraram que teriam se encontrado nos palcos se não fosse a pandemia. E Macca revelou que tinha até planos de fazer algo que seria certamente memorável ao lado de Swift:

Swift: Uau, teria sido tão divertido tocar juntos no aniversário de 50 anos do Glastonbury.

McCartney: Teria sido ótimo, não teria? E eu ia te pedir para tocar comigo.

Swift: Você ia me convidar? Eu estava esperando que você fosse. Eu ia te pedir.

McCartney: Eu ia fazer ‘Shake It Off’.

Swift: Ah, meu Deus, isso teria sido incrível.

McCartney: Eu a conheço, é em Dó!

 

Já pensou? Bom, quem sabe isso ainda acontece em algum outro festival por aí no futuro! Nos resta torcer.

Paul McCartney e Taylor Swift

Em outro trecho da conversa, Taylor ainda continuou e se lembrou de uma ocasião dos dois ao lado de Dave Grohl, do Foo Fighters:

Swift: Eu me lembro de pensar que seria muito divertido porque eu relaciono todas as vezes que me encontrei com você com algumas das noites mais divertidas da minha vida. Eu estava em uma festa com você quando todo mundo simplesmente começou a tocar instrumentos. E tinha o Dave Grohl tocando, você…

McCartney: Você estava tocando uma das músicas dele, não estava?

Swift: Sim, eu estava tocando “Best Of You”, mas era ao piano, e ele não reconheceu até mais ou menos metade da música. Eu me lembro de pensar, “Você é o catalisador dos momentos mais divertidos de todos os tempos?”

Você pode ler a entrevista na íntegra, em inglês, clicando aqui.

 
Compartilhar