Tom Morello: Fuck Trump
Foto de Tom Morello via Shutterstock
 

Pode parecer surreal, mas um vídeo viralizou nos últimos dias mostrando apoiadores de Donald Trump, nos EUA, protestando ao som de “Killing in the Name”, do Rage Against the Machine.

O registro — que conta até mesmo com uma das pessoas em questão aparentemente dublando as letras — é um retrato de quão desconectados da realidade estão alguns, já que a música fala justamente sobre lutar contra o sistema imposto pelo atual mandatário dos EUA.

Aliás, como você pode ver pela foto de capa desta matéria, também está bem claro que os responsáveis pela canção não tem nenhum carinho pelo político. E Tom Morello fez questão de ressaltar isso ao republicar o vídeo em questão na sua página do Twitter.

O recado do guitarrista foi simples: “não era exatamente isso que tínhamos em mente”. Diversos fãs compartilharam comentários parecidos — “COMO VOCÊ PODE ESCUTAR RAGE AGAINST THE MACHINE E SER UMA PARTE DA ‘MACHINE’?”, questiona um — e realmente, o registro é no mínimo estranho.

Você pode conferir ao final da matéria.

Tom Morello e fãs que não entendem o Rage Against the Machine

Vale lembrar que, recentemente, Morello teve que lidar com um fã que se mostrou irritado pelo fato dele ter se posicionado politicamente, dizendo que preferia as músicas da banda quando não falavam sobre o tema. Tom deu uma resposta sensacional.

Por outro lado, o cara se mostrou genuinamente feliz quando surgiram filmagens de músicas do RATM sendo usadas em protestos de movimentos como o Black Lives Matter há algum tempo.