System of a Down -
 

Não, você não leu errado. O System Of A Down acaba de lançar suas primeiras músicas desde o disco Hypnotize (2005), e isso aconteceu de surpresa e por uma causa pra lá de importante.

Descendentes da Armênia, os quatro integrantes da banda resolveram juntar forças pela primeira vez em tanto tempo para falar sobre a guerra que assola o país na região de Nagorno-Karabakh, chamada por eles de Artsakh, que vem sendo invadida por uma união entre o Azerbaijão e a Turquia.

Você pode entender mais sobre o assunto por aqui através de uma explicação do próprio Serj Tankian na TV brasileira, mas a banda emitiu um comunicado avisando que chegou a hora deles se posicionarem como um grupo e não há melhor maneira do que com toda a atenção que esse lançamento gera.

As duas canções são intituladas “Protect the Land” e “Genocidal Humanoidz” e trazem a sonoridade bastante clássica do SOAD, com a primeira se assemelhando mais com as canções mais arrastadas da banda e a segunda trazendo aquela onda frenética que só eles sabem fazer.

As faixas estão disponíveis nas plataformas de streaming convencionais, mas recomendamos a quem puder que faça o download pago através da página dos caras no Bandcamp clicando aqui ou no player a seguir para ajudar a causa.

Também traduzimos toda a mensagem, inclusive a letra das músicas, e você pode conferir tudo isso logo abaixo!

Comunicado do System Of A Down

Nós como System Of A Down acabamos de lançar novas músicas pela primeira vez em 15 anos. A hora de fazer isso é agora, já que juntos, nós quatro temos algo extremamente importante a dizer como uma voz unificada. Essas duas músicas, ‘Protect the Land’ e ‘Genocidal Humanoidz’ ambas falam de uma terrível e séria guerra sendo perpetrada na nossa terra natal cultural de Artsakh e na Armênia.

Temos orgulho de compartilhar essas canções com vocês e esperamos que vocês curtam ouvi-las. Mais ainda, encorajamos que vocês leiam a seguir para saber mais sobre suas origens e quando o fizerem, esperamos que vocês se inspirem em falar sobre as horríveis injustiças e violações de direitos humanos acontecendo ali agora. Mais importante e urgente, nós humildemente imploramos que vocês doem, em somas pequenas ou grandes para ajudas aqueles afetados adversamente com o que os relatos cada vez mais de crimes contra a humanidade.

Em troca, vocês receberão downloads dessas duas novas faixas e o sentimento de que vocês estão verdadeiramente fazendo a diferença. Esses fundos serão utilizados para prover ajuda crucial e desesperadamente necessária e suprimentos básicos àqueles afetados por esses atos grotescos.

No dia 27 de Setembro, as forças combinadas do Azerbaijão e da Turquia (ao lado de terroristas do ISIS da Síria) atacaram a República de Nagorno-Karabakh, que nós como armênios chamamos de Artsakh. Através do último mês, civis jovens e velhos foram acordados dia e noite por visões assustadores e sons de ataques de foguetes, bombas caindo, mísseis, drones e ataques terroristas. Eles tiveram de transformar abrigos temporários em santuários, tentando evitar a queda de bombas fora da lei chovendo em suas ruas e casas, hospitais e lugares de adoração. Os que cometem os ataques incendiaram suas florestas e fauna ameaçada usando fósforo branco, outra arma banida.

E Por Quê?

Porque mais de 30 anos atrás em 1988, os armênios de Nagorno-Karabakh (que na época era uma Oblast Autônoma dentro da URSS), se cansaram de serem tratados como cidadãos de segunda classe e decidiram declarar sua merecida independência da República Soviética Socialista do Azerbaijão cujas bordas engoliam as suas. Isso eventualmente levou a uma guerra de auto-determinação pelos armênios em Karabakh contra o Azerbaijão que terminou com um cessar-fogo em 1994, com armênios retendo controle de suas terras natais ancestrais e mantendo a sua independência até o presente. Nosso povo vive ali por milênios, e para a maioria das famílias ali, é a única casa que eles e seus antecessores jamais conheceram. Eles só querem viver em paz como têm feito há séculos.

Os atuais regimes corruptos de Aliyev no Azerbaijão e Erdogan na Turquia agora querem não apenas tomar essas terras como suas próprias, mas estão cometendo atos genocidas com impunidade na humanidade e na vida selvagem para alcançar sua missão. Eles estão apostando no mundo estar muito distraído com a COVID, eleições e inquietação civil para apontar para suas atrocidades. Eles têm o saldo bancário, os recursos e recrutaram empresas gigantes de relações públicas para transformar a verdade e esconder seu objetivo bárbaro de genocídio. Essa não é a hora de se fazer de cego.

Há uma necessidade imediata de cidadãos globais em urgir seus respectivos governos a não apenas condenar as ações desses ditadores desonestos, mas também insistir que os líderes mundiais ajam com urgência para trazer paz à região e merecidamente reconhecer Artsakh como a nação independente que é.

Nós entendemos que para muitos de vocês, há maneiras mais convenientes que vocês preferem para ouvir música, então por favor considerem a oportunidade de fazer o download dessas músicas como um ato de caridade acima de tudo. Pensem no preço listado para os downloads como uma doação mínima, e se vocês tiverem a habilidade e puderem ser mais generosos com as suas doações, cada um dos membros do System Of A Down será ainda mais grato por sua benevolência. Os royalties da banda para essa iniciativa serão doados para o Armenia Fund, uma organização de caridade baseada nos EUA fundamental em oferecer suprimentos necessário para a sobrevivência básica daqueles que passam necessidades em Artsakh e na Armênia.

A música e as letras falam por si mesmas. Nós precisamos que vocês falem por Artsakh.

Paz,

Daron, Shavo, John e Serj

Letra traduzida de “Protect the Land”

A grande arma te diz o quanto sua vida vale
O que nós merecemos antes de terminar com a terra
Se eles forem tentar te empurrar para longe
Você poderia ficar?
E se levantar
Você poderia ficar com a arma na mão?
Eles protegem a terra
Eles protegem a terra

Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem

O inimigo do homem é o seu próprio decaimento
Se eles são maus agora então maus eles continuarão
Eles vão tentar te empurrar para longe
Você poderia ficar e se levantar?
Você poderia ficar com a arma na mão?
Eles protegem a terra
Eles protegem a terra
Eles protegem a terra

Nossa história e vitória e legado nós mandamos
De escavadores e invasores, aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem
Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem

Alguns foram forçados para terras estrangeiras
Alguns se fingiriam de mortos na areia
Você poderia ficar e assumir o comando?
Você poderia ficar com a arma na mão (com a arma na mão)?
Eles protegem a terra
Eles protegem a terra
Eles protegem a terra

Nossa história e vitória e legado nós mandamos
De escavadores a invasores, aqueles que protegem a terra
Nossa história e vitória e legado nós mandamos
De escavadores a invasores, aqueles que protegem
Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem
Aqueles que protegem a terra
Aqueles que protegem

Letra traduzida de “Genocidal Humanoidz”

Você
Pode
Nos
Ver
Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Nós nunca

Terroristas estavam lutando e nunca iam parar
As armas prostitutas que processam nos falharam desde o começo

Você
Eu
Nós
Eles

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Nós nunca

Terroristas estavam lutando e nunca iam parar
As armas prostitutas que processam nos falharam desde o começo

Você pode nos ver?
Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

A perseguição acaba agora

Adivinha quem vem pro jantar
Os humanoides genocidas
Ensinando guerra para suas crianças, os bastardos que serão destruídos

Adivinha quem vem pro jantar
Os humanoides genocidas

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Nós nunca

Terroristas estavam lutando e nunca iam parar
As prostitutas que processam nos falharam desde o começo

Você pode nos ver?

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Perseguição acaba

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo

Derrotando o diabo
Nós nunca corremos do diabo
Nós nunca invocamos o diabo
Nós nunca nos escondemos do diabo