AC/DC com Axl Rose
Reprodução/YouTube
 

Por um breve momento que talvez você já tenha até esquecido, Axl Rose foi o vocalista do AC/DC.

Esse momento que muitas vezes se assemelha a um delírio coletivo aconteceu de verdade mas foi completamente provisório, garante o próprio Angus Young. Perguntado sobre a possibilidade de ter continuado com o vocalista do Guns N’ Roses, Angus respondeu à Total Guitar:

Isso nunca foi uma possibilidade. Axl foi realmente muito generoso, e ele nos ajudou a passar pelo nosso lado de turnê em um lugar difícil. Ele nos contatou e disse que poderia ajudar se não interferisse em seus próprios compromissos, no que ele faria. […] Ele queria vir e tentar algumas canções que ele próprio curtia, e ele estava sugerindo canções que nós não tocávamos há muito tempo. Eu fico definitivamente grato que ele se voluntariou, e isso nos ajudou a terminar o nosso compromisso. Mas ele tem sua própria vida.

No papo, Angus também relembrou o momento complicado que veio depois daquela turnê, já que o baixista Cliff Williams tinha supostamente se aposentado e o baterista Phil Rudd estava com problemas na Justiça. Ele explicou:

Naquele momento, você está no grande desconhecido. Nós não sabíamos o que iria acontecer. Você está meio que em um caso de limbo. Mas na hora você só pensa, ‘Eu estou comprometido a superar isso, e aí depois disso eu vou me concentrar no que vier.’

AC/DC

O que veio acabou sendo uma reunião com os membros em questão e também com o próprio Brian Johnson para o disco Power Up, que chega já neste próximo dia 13 de Novembro.

Você já pode ouvir o single “Shot in the Dark” por aqui e curtir um trecho de outra inédita, “Demon Fire”, neste link.

LEIA TAMBÉM: AC/DC e DC Shoes fazem parceria para linha baseada em clássicos da banda

 
Compartilhar