The Baggios
Crédito: Felipe Diniz
 

A sergipana The Baggios lançou o clipe feito para a faixa “Hendrixiano”. Como o título sugere, a canção faz referência a Jimi Hendrix e o vídeo utiliza recursos visuais, como o psicodelismo, para remeter às décadas de 1960 e 1970.

A homenagem ao lendário guitarrista tem um propósito: celebrar os 50 anos da morte de Hendrix, cuja obra, sem dúvidas, está eternizada e ainda afetará as próximas gerações.

A letra é permeada por um tom surrealista, “contando a história de uma brava criatura que busca o novo, sem medo na incansável busca de um melhor caminho em meio ao retrocesso que percorre sua volta”.

A canção integra o álbum Vulcão, indicado ao Grammy Latino 2019 na categoria “Melhor Álbum de Rock”. Ela sucede o single “Quareterna Serigy”.

Hate Aleatório

Hate Aleatório
foto: divulgação

O rapper brasiliense Enrique de Amorim, que assina artisticamente como Hate Aleatório, divulgou nas plataformas digitais o EP Cidade Não Planejada.

O compacto apresenta quatro faixas que dialogam com a realidade periférica do Distrito Federal e os problemas enfrentados pelas pessoas que moram nas cidades satélites da região.

“‘Cidade Não Planejada’ representa todas as pessoas que vem da margem da sociedade, pessoas que querem se expressar e não vem do Centro, conseguem essa inclusão social forçada, no nosso caso através da arte,” explica Enrique, destacando que são áreas que o povo decidiu invadir e construir a força, à revelia do governo.

Deriva

Deriva
foto: reprodução

O músico pernambucano Mateus Guedes, fundador do Tempoo, também está à frente de outro projeto solo. Trata-se do Deriva, idealizado pelo multi-instrumentista após um período de reclusão.

A primeira música de trabalho, “Trippin'”, já ganhou clipe liberado no YouTube e mistura a bossa nova brasileira com o trip hop inglês. A faixa é marcada por arranjos de violões tropicais e cadenciados por lentos beats eletrônicos.

“É uma referência à necessidade de viajar estando dentro de casa, sem sair do lugar. É sobre viajar com a mente através dos sons e das imagens,” conta Mateus, que filmou o vídeo em meio à pandemia do coronavírus.

Papisa

Papisa
foto: Deborah Moreno

Após liberar os remixes das músicas “Semente” e “Terra”, a cantora, compositora, instrumentista e produtora paulista Rita Oliva, através do projeto Papisa, lançou o disco Remixes da Fenda.

O trabalho é composto por versões de algumas das canções presentes no álbum Fenda (2019), feitas por nomes de destaque na cena musical independente brasileira, como Gabriela Deptulski (My Magical Glowing Lens).

“Fenda foi um disco que eu fiz de maneira muito solitária e íntima, de um estúdio montado na minha casa, com direção, composição e produção assinadas por mim. Nesse sentido, o remix é uma oportunidade de ter outra visão destas músicas. Num movimento oposto ao que realizei no processo do disco, dei total liberdade para as pessoas fazerem suas próprias releituras das faixas, imprimindo seu próprio estilo nas versões,” comenta Rita.

Arnaldo Tifu

Arnaldo Tifu
foto: divulgação

O rapper Arnaldo Tifu divulgou recentemente nas plataformas de streaming o clipe da faixa “Sagrado”.

O vídeo teve a direção artística de Pedro Zafalon, que também foi responsável pelas filmagens, registradas pelas ruas de São Paulo.

A letra da música aborda ensinamentos acumulados a partir da troca de ideias entre pessoas que sofrem com as mazelas sociais. “Uma maneira de dar voz aos pensamentos e vivências daqueles mais periféricos que vivem em um eterno estado de vulnerabilidade,” define o MC.