Programas inesquecíveis da MTV Brasil
Fotos via Reprodução/YouTube
Ouça nova versão do disco ao vivo do Pink Floyd!  

Como te falamos por aqui há alguns dias, a MTV Brasil completou 30 anos de existência.

Por aqui, a emissora foi uma das mais influentes dos anos 90 e 2000 — como foi em todo o mundo, praticamente — e moldou uma geração de fãs da música e do seu modelo de entretenimento em geral.

A celebração dos VJs com imagens históricas fez com que a nossa nostalgia aqui no TMDQA! fosse despertada, e justamente por isso resolvemos fazer um especial relembrando 20 programas totalmente excelentes que fizeram parte da programação da MTV durante essas três décadas de existência e que marcaram época.

Você pode conferir isso logo abaixo!

Por Tony Aiex e Felipe Ernani

RockGol (1995-2008, 2011, 2013)

É claro que não poderíamos começar com outro, já que o RockGol é provavelmente o programa mais duradouro e mais saudoso da MTV Brasil. Com Paulo BonfáMarco Bianchi, o futebol bem-humorado com astros do Rock (e de outros gêneros) de todo o Brasil conquistou o público como poucas outras produções.

Mais do que isso, alguns grandes nomes da música nacional acabaram mais conhecidos por seus apelidos do RockGol do que por seus próprios nomes, e chegamos até a fazer duas listas sobre isso (aqui e aqui).

Programas de João Gordo

João Gordo é uma das caras mais reconhecíveis da MTV Brasil, e representa muito do que a emissora trazia: uma postura irreverente para cobrir a música e, em especial, o Rock.

O vocalista do Ratos de Porão teve diversos programas desde Garganta e Torcicolo em 1997, como o Gordo a Go-Go (2000-2005), Gordo Freak Show (2005-2006) e o Gordo Visita (2006-2009), e é impossível escolher apenas um.

Teleguiado (1995-1999)

Carlos José de Araújo Pecin, o Cazé, fez história na MTV Brasil.

Adaptando seu sobrenome e embarcando em todo tipo de brincadeira, o lendário Cazé Peçanha conduziu o sensacional Teleguiado, onde interagia com espectadores da emissora através de ligações telefônicas.

Ao longo do tempo, foi criando marcas próprias do programa, como o icônico “NA CARA”, quando desligava a ligação na cara de quem estivesse do outro lado da linha se ela pedisse um clipe que já havia sido pedido por alguém naquele dia.

Além disso, ainda criou eventos como competições dos camera men do programa, que usavam toda a sua criatividade para buscar takes diferentes e ganhar o voto do público.

Genial.

Piores Clipes do Mundo (1999-2002)

Apresentado inicialmente por Marina Person, o famigerado Piores Clipes do Mundo ganhou mais notoriedade quando foi assumido por Marcos Mion. A premissa era simples e o nome já dizia tudo: a MTV exibia clipes de gosto duvidoso do presente e do passado e tudo era narrado com muito bom humor.

Covernation (2005-2008)

Apesar de ter durado apenas dois anos, o Covernation foi uma das atrações mais icônicos da emissora. Apresentado também por Mion ao lado do inesquecível Mionzinho, o programa trouxe em sua primeira temporada bandas especializadas em covers para competir frente a frente e, na segunda — com temática de verão — convidou bandas famosas do Brasil para fazerem covers de suas inspirações.

Gás Total (1991-1998)

Gás Total, como o nome bem entrega, era um programa da MTV Brasil dedicado ao Rock And Roll.

Apresentada pelo incrível Gastão Moreira, a atração mostrava clipes de bandas nacionais e internacionais e ainda trazia entrevistas exclusivas, coberturas de shows e turnês e muito mais.

Yo! MTV (1990-2006, 2013)

Um dos programas mais duradouros da emissora e totalmente dedicado ao Rap unindo clipes, performances e entrevistas, o Yo! MTV passou por diversas fases e teve apresentadores que foram desde Luiz Thunderbird até nomes gigantes do Rap nacional, como KL Jay Thaíde.

Lado B (1990-2004)

Como diz o nome, o Lado B era especializado em trazer destaques da cena alternativa e indie ao Brasil. Passaram por lá os apresentadores Luiz Thunderbird, Fabio Massari Kid Vinil e diversas bandas que viriam a chegar ao mainstream — como o Nirvana, o Pixies e o Radiohead — eram presença frequente na programação que exibia seus clipes.

Mochilão MTV (1996–2000, 2002–2003, 2004–2006, 2010–2011, 2013)

Bem antes dos “blogueiros de viagem”, a MTV Brasil tinha seu próprio programa dedicado a isso contando com a presença de Fernanda Lima, que viajava o Brasil e o mundo de uma maneira interativa com o público — tudo, claro, com muita atenção às trilhas sonoras. Outros VJs também passaram por lá, como Titi Müller, que apresentou a última temporada em 2013.

Luau MTV (1996–2004, 2007, 2011–2012)

Claro que o formato Acústico MTV é mundialmente famoso, mas a novidade por aqui no Brasil foi o Luau. Com um ambiente mais descontraído apesar da pegada semelhante ao Acústico, o programa comandado por nomes como Sabrina ParlatoreSarah Oliveira e Carla Lamarca teve vida longa e chegou até a render gravações oficiais para nomes como Los Hermanos e Titãs.

LEIA TAMBÉM: Luau MTV – relembre 8 shows memoráveis do programa

Disk MTV (1990-2006)

Disk MTV era outro daqueles programas “tiro certo”: a audiência ligava para números fornecidos pela emissora e votava nos clipes que mais queria ver, e o canal exibia os mais votados. Também com muitos anos de duração, o Disk teve diversas VJs no comando, como Astrid Fontenelle, Cuca Lazarotto Sarah Oliveira.

Top 20 Brasil (1990-2006, 2013)

Completamente diferente em relação ao que era, hoje a MTV Brasil ainda mantém um programa de Top 20, chamado Top 20 MTV.

Mas aqui a gente vai falar é do Top 20 Brasil, que era uma compilação do que ia melhor no Disk MTV durante a semana.

Exibido aos sábados, o programa fazia um ranking dos clipes mais pedidos entre nomes nacionais e internacionais, e pelo menos na teoria seguia uma lógica a partir dos vídeos que mais se destacavam durante os dias da semana no Disk MTV.

20 e Poucos Anos (2000)

20 e Poucos Anos deve ser um dos primeiros reality shows do país.

Aqui a MTV já começava a mostrar que abandonaria a música nos anos seguintes e seguiria no formato, e apesar do gosto duvidoso de muitas atrações exibidas pela emissora como Jersey Shore, a atração brasileira mostrava um trabalho muito bem feito ao seguir as vidas de jovens de realidades completamente diferentes e colocá-los em contato.

A trilha da série é um caso à parte, com uma baita releitura Punk Rock de “20 e Poucos Anos”, do Fábio Jr., gravada pelos Raimundos.

Fudêncio e Seus Amigos (2005-2011)

Além de seus programas tradicionais, a MTV Brasil também criava algumas animações e uma das mais bem-sucedidas foi a do “simpático” Fudêncio. O personagem que surgiu durante o Garganta e Torcicolo e era sempre torturado por João Gordo ganhou sua própria série criada por Thiago MartinsPavão Flávia Boggio e teve um total de seis temporadas e 178 episódios mostrando as aventuras de um grupo bizarro de crianças que andavam com o pequeno ícone Punk.

Programas Voltados à Sexualidade

A MTV Brasil foi pioneira em quebrar barreiras na TV, e é claro que não seria diferente quando o assunto é sexo. O Ponto Pê (2004-2008), apresentado por Penélope Nova, foi um dos primeiros programas do país a abordar o tema e funcionava com base em ligações dos espectadores, que contavam histórias e eram aconselhados por Penélope.

Além dele, obviamente, não podemos deixar de falar do Erótica MTV (1999-2001, 2011), apresentado por Babi Xavier ao lado do Doutor Jairo Bouer, que inclusive começou ali a trilhar um caminho que conduz até hoje, dando dicas sobre sexo a jovens em veículos de mídia pra lá de populares.

Tela Class (2007-2008)

A trupe de Hermes & Renato não brincava em serviço e além de seu programa principal, provocou muitas risadas com o famigerado Tela Class.

Aqui, a ideia era “simples”: dublar filmes antigos em português com frases e declarações que nada tinham a ver com o roteiro original, criando vídeos surreais, com palavrões e piadas que definitivamente não estariam nas versões originais.

15 Minutos (2008-2010)

Programa que revelou Marcelo Adnet, o 15 Minutos consistia em 15 minutos (obviamente) nos quais o humorista mostrava seus talentos com piadas improvisadas, imitações, paródias de músicas e muito mais. Foi lá que surgiu a inesquecível “Furfles Feelings”, que viria a ser gravada durante o VMB por grandes nomes da música brasileira.

Hermes & Renato (1999-2009, 2013)

O humor da MTV Brasil era diferente, e nem todos curtiam.

Mas o fato é que o grupo Hermes & Renato ganhou muita notoriedade por lá com suas besteiras e imortalizou diversos personagens como o Boça e o Joselito Sem Noção, tudo com esquetes de baixo custo e uma identidade visual pra lá de peculiar.

Quinta Categoria (2008-2011)

Perto do final da sua fase de ouro, a MTV Brasil serviu como berço para alguns dos mais importantes nomes do humor brasileiro hoje em dia.

O Quinta Categoria serviu como uma espécie de ponte entre diferentes gerações do canal, tendo sido apresentado por Marcos Mion e Cazé Peçanha, contando com nomes como Dani Calabresa e Guilherme Santana, tendo até integrantes da Cia. Barbixas de Humor em certo momento.

Videoclash (2003-2005, 2007)

Pioneira na interatividade entre público e emissora, a MTV teve um modelo sensacional com o Videoclash, apresentado inicialmente por Didi Wagner e depois por Sarah Oliveira. Por lá, os telespectadores poderiam votar em duelos de clipes e, quem vencesse, teria seus vídeos exibidos na tela do canal. A torcida era grande!