Vince Neil e Eddie Van Halen
Fotos via Wikimedia Commons
Ouça nova versão do disco ao vivo do Pink Floyd!  

Nos anos 80, o Mötley Crüe vivia seu auge e estava sempre ao lado de gigantes do Rock apesar de ter algumas atitudes um pouco mais, digamos, questionáveis do que outras lendas do gênero.

Em uma nova entrevista ao USA Today (via Stereogum), o baterista Tommy Lee relembrou justamente uma das ocasiões onde as atitudes do Crüe destoaram dos demais. Em 1984, durante a turnê do Monsters of Rock, Vince Neil achou que seria uma boa ideia demonstrar seu carinho por Eddie Van Halen com uma mordida, e não deu muito certo.

Conforme Lee explicou na conversa, a prática era um certo costume do Mötley e até Malcolm Young também foi vítima desse carinho brutal:

Estávamos todos na turnê do Monsters of Rock [em 1984]: AC/DC, Van Halen, Mötley Crüe. Estávamos todos festejando, e o Mötley tinha essa coisa que nós faríamos se realmente amássemos você: alguns mandam um ‘toca aqui’, outros abraçam, a gente iria te morder. O Vince foi lá e só mordeu o Eddie, o Eddie ficou tão puto. Ele ficou tipo, ‘Que porra está errada com vocês?’. Ele não foi muito receptivo a isso. Eu mordi o Malcolm Young [do AC/DC], e ele odiou também. Nós fizemos isso por alguns anos até que a gente ou superou ou percebeu que podia ser um pouco perigoso.

É, de repente é melhor ficar no abraço mesmo, né? Ou quem sabe um aperto de mão…

LEIA TAMBÉM: “Ninguém consegue tocar como ele”: Tony Iommi relembra Eddie Van Halen