MC Carol
Crédito: Amazon Prime Video
   

Depois de aparecer no polêmico reality show da Amazon Prime Video Soltos em Floripa, MC Carol retorna aos holofotes com o lançamento do single “Conto do Vigário”.

Tida como uma ode ao funk das antigas, a faixa fala de maneira desbocada e divertida sobre a frustração de cair em um golpe após uma noite de sexo.

A música traz um beat que referencia o saudoso MC Vuk Vuk, desaparecido em 2011, e é a primeira de uma série de composições inéditas que serão liberadas pela cantora nos próximos meses.

Temas como a sexualidade do ponto de vista feminino, gordofobia e o machismo estarão presentes nas canções, já que são debates que Carol costuma levantar.

Da favela ao estrelato

Nascida no morro do Preventório, em Niterói, a MC, hoje com 27 anos recém-completados, se tornou um sucesso no início da década com a irreverente “Minha Vó Tá Maluca”, registrada em DVD da Furacão 2000.

Depois, em 2015, a niteroiense participou de Lucky Ladies, reality show da FOX, e no ano seguinte lançou seu álbum de estreia, Bandida. “Não foi Cabral”, “Delação Premiada” e “100% Feminista” são alguns dos hits que marcaram o disco.

Festivais e presença fora do Brasil

Ainda em 2016, ela levou seu funk para o palco do Lollapalooza, um dos festivais mais alternativos do país, ao ser convidada por Karol Conka. Já no Rock in Rio, a funkeira foi atração principal no Espaço Favela, no ano passado.

No exterior, Carol deu voz à cultura periférica dos morros do Rio de Janeiro com shows no Reino Unido, Alemanha e Portugal.

Sua representatividade também chegou aos Estados Unidos, quando palestrou em conferência sobre os rumos da democracia brasileira na Brown University, em Providence, capital e cidade mais populosa do estado de Rhode Island.