nova-influencia-digital
Reprodução / arquivo pessoal
   

Por Natalia Salvador

Não é de hoje que o digital é peça fundamental no planejamento e divulgação de artistas. Com a crescente dos influenciadores digitais, esse papel pode parecer um pouco confuso. Por isso, no novo episódio do podcast Fast Forward, recebemos Adriana Coutinho – CEO e fundadora da ACOUT – e Eduardo Panozzo – criador da Buzz Music Content – que falaram sobre o papel dos artistas e as melhores práticas para redes sociais. Confira! 

O mercado acompanha as constantes mudanças dos consumidores. São, geralmente, eles que ditam o que e como querem consumir. Hoje não são apenas os grandes artistas que influenciam a população, que ditam as modas, as micro comunidades têm cada vez mais relevância. A partir de um estudo feito pela Buzz Music Content, Eduardo concluiu que isso se solidifica por conta da identificação. Esse sentimento é o carro chefe da constante criação de relacionamentos gerado pelas redes sociais. 

É importante contar uma história para o público

Segundo Adriana, esse é um espaço que, além de apresentar o trabalho do artista para curadores, marcas e novos públicos, permite abrir um diálogo com essas pessoas. Dentro da lógica de metodologia da ACOUT o artista precisa se relacionar e estar presente nas redes, com conteúdos relevantes, para gerar engajamento e aproximação dos fãs.  

O podcast Fast Forward discute temas do mercado da música semanalmente e é uma parceria entre Milk, Musica Copyright & Tecnologia, U.Got Studios e Tenho Mais Discos Que Amigos. A discussão sobre a influência dos artistas, e muitos outros debates, você confere no link abaixo. 

 
 
Compartilhar