Mick Jagger em 2016
Foto de Mick Jagger via Shutterstock

Se você tiver alguma curiosidade sobre Mick Jagger, talvez seja melhor procurar em um livro ou coisa do tipo ao invés da internet.

Pelo menos é o que afirma a McAfee, firma de segurança cibernética em um novo estudo (via NME) que revela os nomes que possuem mais chance de levar os internautas para um “buraco” online que pode ter vírus e malwares.

Segundo a empresa, o apresentador de TV Graham Norton é o nome mais arriscado, seguido pelo comediante Ricky Gervais e pelo ator Tom Hardy. Jagger aparece no quinto lugar, em um empate com nomes como Margot RobbieIdris ElbaKate Moss, Bella HadidRuth Jones Mary Berry.

Um representante da McAfeeRaj Samani, explica como funciona essa pesquisa:

Nós sabemos que criminosos online usam o fascínio de consumidores com a cultura das celebridades para levar fãs que não suspeitam de nada para websites maliciosos que instalam malwares em seus dispositivos.

Então não é uma surpresa que vimos um dos maiores tesouros nacionais do Reino Unido no topo da lista, com hackers explorando sua popularidade. Os consumidores estão procurando na web por entretenimento online gratuito agora mais do que nunca.

Conforme cibercriminosos continuam implementando práticas enganosas como sites falsos que afirmam oferecer conteúdo gratuito, é crucial que os fãs continuem vigilantes sobre proteger suas vidas digitais e pensem duas vezes antes de clicar.

Ainda de acordo com o estudo, frequentemente essas celebridades tiveram termos de pesquisa como “nudes”, “free mp3” (“mp3 gratuito”) ou “pirated download” (“download pirata”) ao lado de seus nomes.

Mick Jagger e os Rolling Stones

Vale lembrar que recentemente os Stones relançaram o disco Goats Head Soup em uma versão especialíssima, e você pode clicar aqui para conferir nossa resenha desse trabalho.

Prometemos que não é vírus!

 
Compartilhar