bia-ferreira
Foto: Divulgação
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Para celebrar um ano da estreia do seu primeiro álbum Igreja Lesbiteriana, Um Chamado, Bia Ferreira lançou nesta quinta-feira (1 de Outubro) o clipe da música “Boto Fé”. O vídeo aborda os ideais da cantora através de representatividade e simbologias.

Na produção independente e afro-futurista, dirigida por Naná Prudencio Zalika e Hanna Batista, a multi-instrumentista apresenta seu posicionamento contra a realidade racista estrutural através do ato de “botar fé”. Neste caso, a fé é explicada como uma força individual e coletiva, de forma contínua e ininterrupta. Sem ideias pré-formadas de quem se deve ser ou vínculos religiosos, seu movimento é contrário.

O clipe se passa em um mundo pós apocalíptico no qual Bia Ferreira é uma neurohacker afro-futurista e tem a missão de reconstruir a sociedade das ruínas do fim do mundo. A artista conta com o apoio de Doralyce e invoca “entidades”, interpretadas por David César, Ermi Panzo, Indy Naíse, Malu Avelar e Terená Kanouté, para ajudá-la no processo de reconstrução do mundo e a moldar uma sociedade melhor.

Passando por uma mudança de nome, te contamos aqui que “Boto Fé”, foi a primeira canção gravada pela artista.

Bia Ferreira define sua arte como Música de Mulher Preta. Através do seu trabalho, a cantora busca educar, conscientizar e informar pessoas sobre as demandas da luta antirracista no Brasil, bem como questões ligadas ao movimento LGBTQIA+ e ao amor afrocentrado.

Confira abaixo o clipe de “Boto Fé”.

 
Compartilhar