Foto: Reprodução/YouTube
 

Eric Clapton está bem preocupado com o futuro da música ao vivo — talvez um pouco mais do que deveria.

Como conta o The Sun, o músico declarou apoio à iniciativa de outro artista icônico, Van Morrison (do hit “Brown Eyed Girl”), que realizou três shows em Londres recentemente e vem repetidamente se declarando anti-confinamento para salvar a indústria.

A ideia de Morrison com seus shows, feitos de modo a respeitar as orientações do governo britânico, era provar que seria possível organizar apresentações com capacidade plena e regras de distanciamento social relaxadas. Ele afirma ter conseguido fazer isso, e Clapton apoia a ideia:

É profundamente perturbador ver como poucos shows têm acontecido por causa das restrições de confinamento. Há muitos de nós que apoiam o Van e seu empenho para salvar a música ao vivo, ele é uma inspiração! Nós devemos nos levantar e ser ouvidos porque precisamos encontrar uma forma de sair dessa bagunça. A alternativa não vale nem a pena pensar. A música ao vivo pode nunca se recuperar.

E aí, o que você acha disso?

Eric Clapton, Van Morrison e confinamento

Vale lembrar que, além dos shows, Van Morrison anunciou que lançará três faixas anti-confinamento — a primeira, “Born to Be Free” (“Nascido para Ser Livre”), já foi liberada.

LEIA TAMBÉM: Phoebe Bridgers diz que Eric Clapton é racista e “um músico medíocre”

Ouça o novo álbum do Melim!  
 
Compartilhar