João Mar
Crédito: divulgação
 

Após a parceria em “Nega (Like a Star)” dois anos atrás, o cantor e compositor João Mar se reuniu novamente com Mari Azevedo, dessa vez para gravar a música “Cê Faz”, através da Sony Music.

O single chega acompanhado de um clipe, gravado separadamente pelos artistas por conta da pandemia do coronavírus. João, natural de Curitiba (PR), participou do vídeo de forma remota, enviando sua parte diretamente do sul do país.

Já Mari, que se divide entre o Rio de Janeiro e o nordeste, filmou e produziu o material com a ajuda do namorado, o campeão mundial de surf Ítalo Ferreira.

Anteriormente, o cantor havia se destacado com o  sucesso de Jorge Ben “País Tropical”, em parceria com Joe Kinni, que também assina “Nega”.

Além disso, João liberou “Funk Bunitin” no ano passado e lançou a canção “Bonita Demais” ao lado do ator e humorista Marcelo Adnet.

Papisa

Papisa
foto: Deborah Moreno

A capixaba Gabriela Terra, líder da psicodélica My Magical Glowing Lens, disponibilizou o remix para a faixa “Semente”, de autoria do projeto Papisa, da cantora, compositora, instrumentista e produtora paulista Rita Oliva.

A música integra o álbum Fenda, lançado por Papisa em 2019, e a nova versão inaugura o Papisa – Remixes da Fenda, iniciativa criada pelas duas artistas.

Thales Zagalia

Thales Zagalia
foto: divulgação

O cantor e compositor fluminense Thales Zagalia, ex-integrante da banda Lisbela, liberou nas plataformas digitais o single “Leme Total”, produzido durante o isolamento social.

A música traz influências de discos dos anos 1960 e 1970, lembrando o trabalho de nomes como Jorge Ben, Gal Costa, Erasmo Carlos, Novos Baianos, Gilberto Gil e Djavan.

No entanto, a faixa também tem referência em artistas da nova geração, como Tim Bernardes/O Terno, Céu, Russo Passapusso e Marcelo Jeneci.

Yannick Hara

Yannick Hara
foto: reprodução

O rapper Yannick Hara divulgou o clipe feito para a canção “Eu Quero Mais Vida, Pai”, que traz a participação especial de Sara Não Tem Nome.

O vídeo teve a direção remota de Pedro Camargo, da Take Over Filmes, já que as filmagens foram realizadas de forma caseira em função da quarentena.

A música tem inspiração no filme Blade Runner, lançado em 1982 por Ridley Scott, tanto que o mais recente álbum de Yannick se chama O Caçador de Andróides, título do longa no Brasil.

“Nessa música falo sobre uma cena em que o personagem Roy Batty, interpretado por Hutger Hauer, confronta o seu criador ao pedir mais tempo de vida. Com o clipe, viso simplificar a mensagem da música através das imagens. Além disso, ainda consigo explicitar todas as referências que tive durante a produção do álbum ‘O Caçador de Andróides’,” afirma o rapper.

Leo Fressato

Leo Fressato
foto: divulgação

O cantor e compositor brasiliense Leo Fressato liberou no YouTube o clipe da faixa “Vênus Com Jasmim”.

O vídeo foi dirigido por Juliana Sanson durante a quarentena e por isso as cenas foram gravadas em ambientes isolados.

A faixa, que une a nova MPB do artista com pop e sons bem brasileiros e praianos, sucede os singles “Pandemia” e “Nexo”.

“‘Vênus com Jasmim’ tem um astral muito gostoso. Muito solar. Fiquei tão animado com a sensação que a canção, com o clima de superação e calor que achei que a música merecia um clipe. E este momento precisa de imagens quentes, já que nossas relações, em distanciamento, perecem de frieza e saudades,” comenta Leo, que ganhou destaque nacional em 2011 com o hit “Oração”, d’A Banda Mais Bonita da Cidade.

Ele, que também tem no currículo uma parceria com Tiago Iorc, na faixa “Coisa Linda”, estreou na carreira solo com o disco Canções para o Inverno Passar Depressa (2013).

Já em 2019, Fressato lançou o álbum Louco e Divertido e o EP Canções Pra Você Me Perder de Vista.