UFO em 2019
Foto do UFO via Shutterstock

Em agosto, o UFO perdeu seu ex-baixista, Pete Way, aos 69 anos de idade. Agora, a banda está relembrando histórias absurdas ao lado do músico, e uma dela envolve uma conta gigantesca de cocaína.

Como parte de uma reportagem para a revista Classic Rock (via Louder Sound), o baterista Andy Parker e o vocalista Phil Mogg, que estão na banda até hoje, discutiram a força de vontade de Way para continuar no grupo. Segundo os caras, a esposa de Pete nos anos 70 não gostava de seu trabalho como rockstar, e fazia vários esforços para tirá-lo da banda.

Um deles foi sumir com todos os seus sapatos, por exemplo, fazendo com que Way andasse por aí com botas gigantescas de um amigo. Mas a história mais cabeluda envolveu uma enorme quantidade de drogas.

Também nos anos 70, o auge do UFO, o grupo costumava gastar grandes quantias em drogas e justificar essas quantias como “despesas médicas”. Até que um dia, uma dessas despesas custou nada menos que 28 mil dólares… de pura cocaína. É claro que a situação alarmou os empresários da banda pelo uso abusivo de drogas.

Em um entrevista de 2013, Pete Way declarou:

Me lembro de uma noite que um cara apareceu com uma mala cheia de coca. Não pensamos: ‘Certo, vamos usar um pouco disso agora, guardar um pouco para amanhã e o resto da semana’, apenas usamos tudo. Mas fizemos isso porque sentimos que merecíamos. Fizemos discos dos quais fiquei orgulhoso, mas o que mais me orgulha são os shows que fizemos.

Pesado, hein? Nessa mesma entrevista, o músico ainda alertou para os perigos desse uso, já que enfrentaria problemas mais pra frente.

LEIA TAMBÉM: Pete Way, baixista de UFO, Ozzy Osbourne e mais, morre aos 69 anos

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!