Destruição em Moçambique
Foto: Twitter @adriano_nuvunga
   

O litoral do Moçambique foi atacado por milícias ligadas ao Estado Islâmico que destruíram diversas propriedades por lá.

Os ataques aconteceram no início do mês e de acordo com o The Sun, foram direcionados a instalações de luxo onde nomes como Bono (U2), Cristiano Ronaldo, Nelson Mandela e o ator Daniel Craig passaram suas férias nos últimos anos.

No Twitter é possível encontrar diversas fotos como as que estão logo na sequência desse post, sendo que os relatos dão conta de que hotéis, veículos, casas e até animais foram queimados nas ilhas de Bamizi e Mecungo.

Um morador da última chegou a declarar para a imprensa internacional que os insurgentes chegaram aos locais de noite, em barcos, e cercaram toda a população, dizendo para que as pessoas “corressem pelas suas vidas”.

Como resultado, todos deixaram a ilha de Mecungo, que ficou à mercê do Estado Islâmico.

Na Wikipedia, um artigo está concentrando informações a respeito da Insurreição Islâmica em Moçambique, que estaria em curso “entre militantes islâmicos que pretendem estabelecer um Estado islâmico em Moçambique e as forças de segurança moçambicanas.”

Ataque em Moçambique

Em um dos seus posts, o Professor Adriano Nuvunga compartilhou quatro imagens, como você pode ver logo abaixo, e disse:

Insurgência islâmica em Cabo Delgado. Hotel de luxo em Vamizi reduzido a cinzas como resultado de um ataque recente em Palma. Nelson Mandela e Cristiano Ronaldo estão entre os que aproveitaram a hospitalidade desse lugar nos anos recentes.

A ganância está queimando Moçambique. Onde está a SADC [Comunidade pelo Desenvolvimento da Região Sul da África]?

 

 

 
 
Compartilhar