Tommy Lee e Kid Rock
Fotos via Wikimedia Commons
 

Tommy Lee Kid Rock não estão exatamente entre o panteão de figuras mais queridas da cena do Rock.

Acontece que, em 2007, o baterista do Mötley Crüe e o vocalista ficaram frente a frente em uma premiação do MTV VMA (Video Music Awards) e saíram na mão durante uma apresentação de Alicia Keys — algo comparável à icônica pancadaria que aconteceu aqui no Brasil durante show de Fábio Jr..

Os dois certamente têm um fator em comum além de serem figuras polêmicas do Rock and Roll: ambos são ex-maridos da modelo Pamela Anderson, e algumas pessoas dizem que foi justamente por isso que a treta aconteceu naquela época.

É bem provável que a gente nunca saiba a história verdadeira, mas, abaixo, você confere as versões de Lee (via MTV) e Rock (via People).

Versão de Tommy Lee

Na época do acontecimento, Tommy postou uma declaração em seu site oficial que saiu do ar, mas a reportagem da MTV na época destaca alguns trechos:

Eu peço perdão querida [em referência a Alicia Keys]…… eu não tive nada a ver com o timing e o desrespeito. […] Aqui estou eu cuidando da minha vida me divertindo com o meu amigo Criss Angel [mágico e namorado de Britney Spears à época] e assistindo à premiação da MTV na primeira fila dando oi para todos os meus amigos.

A Pamela [Anderson] vem e senta no meu colo que eu amo e adoro [sic]. E também digo olá ao meu amigo Travis Barker e sua esposa!….. e recebo uma mensagem de outro amigo P. Diddy e ele diz vem sentar comigo….. e ele está sentado com a Miss GOSTOSA Megan FOX então eu vou lá e sento com o P!

A matéria continua afirmando que a treta se deu poucos minutos depois de Keys começar sua “performance incrível”, nas palavras de Lee, que explica:

Eu levanto e envolvo [o Kid Rock] com um semi abraço e digo ‘Ei cara…Qual foi’?? Ele me soca na cara….. bom se quiser chamar disso!?…. mais uma bofetada!……. Covarde!!

O baterista finaliza afirmando que se levantou para lidar com o “caipira ciumento” mas acabou sendo retirado por seguranças do local antes de fazer qualquer coisa a respeito.

 

Versão de Kid Rock

A versão de Rock é bem diferente, e foi relatada por ele em um programa de rádio. Ele começa explicando a treta com Tommy Lee:

Está rolando há cinco anos. Eu fiz o que qualquer cara faria, qualquer homem no país todo, no mundo todo faria. Só me mata me ver associado com, ter meu nome em uma frase com ele, honestamente me destrói.

O último contato que eu tive com ele foi quando eu e a Pam estávamos passando pelo divórcio. Ele pegou o Blackberry dela e começou a me mandar e-mails com um monte de coisas horrendas. Foi extremamente desrespeitoso.

Eu calmamente disse a ele, […] ‘Olha, eu vou te ver de novo’ […] e isso foi o fim da história, porque eu não falo, você sabe.

Ele também explica o que aconteceu naquela noite:

Era inevitável. Eu tive que fazer o que tive que fazer porque isso estava vindo há muito tempo. Você sabe, eu saí do banheiro e ele estava sentado ali [com a Pamela no colo]. Era ainda mais desrespeitoso depois de tudo que ele havia dito, eu fiquei tipo pra mim deu, agora chega.

Por outro lado, Rock garante (de forma bem contraditória, diga-se de passagem) que a briga não teve absolutamente nada a ver com Anderson:

É o mais distante possível de ter a ver com isso. Se ele for esperto ele vai ficar tipo, você sabe que no fundo você pediu por isso. Só deixe pra lá agora. Siga seu caminho.

A melhor coisa que eu fiz na vida foi entrar com aquele divórcio. Você tem que passar por essas coisas para perceber isso, sabe. Eu a amava. Eu passei por isso, eu fiz o que eu tive que fazer, mas graças a Deus eu saí disso.

Tem absolutamente zero a ver com ela. […] Eu sabia que era uma decisão ruim para a minha carreira me envolver com ela porque sua vida se torna um circo — porque isso é o que ela quer, é atenção da mídia.

Briga de Tommy Lee e Kid Rock no VMA de 2007

Na época, em seu site oficial, Pamela Anderson fez apenas um breve comentário sobre toda a situação e disse que é “engraçado como as coisas se revelam”, afirmando que estava “feliz por ter minhas maravilhosas crianças e grandes amigos e amantes” além de afirmar que “a vida é boa”, “Vegas é divertido” e que “ainda estou vivendo o sonho”.

Outras pessoas presentes na plateia também se divertiram com o ocorrido, gerando comentários de nomes como Sway (VJ da MTV americana na época) e o próprio P. Diddy que fizeram questão de ressaltar que o mundo do Rock também tem tretas, algo que na época alguns tratavam como exclusividade do Hip Hop.

Quem também falou sobre tudo isso foi Jamie Foxx, que com sua genialidade de sempre fez uma piada crítica: “parem com essa violência de branco contra branco”, afirmou o ator e músico, em referência às constantes falas da mídia local sobre “violência de negros contra negros”.

Abaixo, você pode ver o vídeo que mostra um trecho do desentendimento entre os músicos.