John Cage - apresentação de 639 anos muda de acorde pela primeira vez desde 2013
Foto: Reprodução / Vimeo

Em 1987, um dos maiores ícones da música avant-garde, John Cage, criou uma obra intitulada “Organ2/ASLSP (As Slow as Possible)”, uma composição de oito páginas que, como o nome já indica, foi feita para ser tocada da forma mais lenta possível.

Normalmente, uma performance dessa composição é feita dentro de um período de 20 a 70 minutos — mas Cage nunca especificou a velocidade exata que ela deveria ser executada. Aceitando o desafio, uma conferência de filósofos e músicos realizada em 1997 decidiu criar uma forma de realizar a performance dessa composição ao longo de 639 (!) anos.

Para isso, foi construído um órgão especifico para a apresentação. Por meio de um compressor instalado no subsolo da St. Burchardi Church em Halberstadt, Alemanha, o instrumento estaria constantemente recebendo ar para criar um som contínuo ao longo dos próximos séculos.

A obra foi iniciada em 2001, na data que marcaria o aniversário de 89 anos de John Cage. A primeira nota foi tocada no dia 5 de Fevereiro de 2003 e, desde então, o órgão passou por outras quatorze mudanças de acordes — sendo a última delas em 2013. Agora, sete anos depois, o instrumento voltou a alterar seu acorde, marcando a espera mais longa desde o início do experimento.

Você pode conferir um breve vídeo sobre o experimento, assim como a livestream da alteração da mudança de acorde no último dia 5, logo abaixo. A próxima alteração acontecerá em Fevereiro de 2022.

 
Compartilhar