Fiona Apple no VMA 1997
 

Fiona Apple nunca foi uma artista de medir palavras, e isso vem desde muito cedo.

Em 04 de Setembro de 1997 a aclamada artista venceu o prêmio de Melhor Nova Artista no famigerado VMA, da MTV, e aproveitou o espaço para mandar uma mensagem que poderia se encaixar muito bem aos dias de hoje.

Por lá, Apple usou o “palanque” do Video Music Awards poucos dias antes de completar 20 anos de idade para encorajar as pessoas a serem quem elas são, dizendo que “esse mundo é uma porcaria”, fazendo referência à indústria da música e à chamada “cultura Pop”.

Mais especificamente, ela disse:

Eu não preparei um discurso e peço desculpas mas estou feliz por não ter preparado nada porque eu não vou fazer isso aqui como todo mundo faz. Porque todo mundo que eu deveria estar agradecendo – peço desculpas – mas eu preciso usar esse tempo. Veja, Maya Angelou disse que nós, como seres humanos, em nosso melhor estado, só podemos criar oportunidades. E eu vou usar essa oportunidade da maneira que eu quiser.

Então o que eu quero dizer é – todo mundo aí fora que está assistindo, todo mundo que está assistindo a esse mundo. Esse mundo [da música/indústria Pop] é uma porcaria. E você não deveria modelar a sua vida em torno do que você acha que nós achamos que é legal e do que estamos vestindo e o que estamos dizendo e tudo mais. Seja você mesmo. Seja você mesmo.

E há algumas pessoas para as quais eu gostaria de dizer algumas coisas. Eu queria dizer, Mamãe, eu te amo e fico muito feliz por estarmos nos tornando amigas. Amber, você é a minha irmã, minha melhor amiga. Andrew Slater – ninguém mais poderia ter produzido esse álbum, e ninguém o fez.

E é estúpido que eu faça parte desse mundo, mas vocês são todos muito legais comigo então eu agradeço vocês. E peço desculpas para as pessoas que eu não agradeci, mas cara… isso é bom. Tchau.

Discurso de Fiona Apple

Você pode ver o discurso da artista logo abaixo e se lembrar de um momento icônico da história das premiações da música.

Vale lembrar que após esse episódio Fiona Apple chegou a ser criticada por muitos veículos, sendo que vários diziam que ela se fazia de algo como uma “pobre artista conceitual que não se encaixava na indústria”.

Ao longo dos anos, porém, a maioria das pessoas passou a enxergar o discurso não apenas como uma mensagem contra as fabricações artificiais da indústria da música mas também o mundo em geral, onde as pessoas são forçadas a terem comportamentos que não são os seus naturais.

Em 2020 Fiona Apple lançou um novo e aclamado disco chamado Fetch The Bolt Cutters, considerado um dos melhores do ano.

 

 
Compartilhar