Quase Famosos

Quase Famosos é um filme clássico para aqueles que sonham em trabalhar na indústria da música e conhecer seus ídolos.

Cameron Crowe, o roteirista e diretor do longa, criou um trabalho semi-biográfico sobre seus primeiros anos como jornalista para a Rolling Stone relatando, de forma fictícia, encontros com diversas estrelas da música ao longo dos anos 70.

Ao longo das últimas semanas, a Rolling Stone vem publicando uma série de matérias especiais relacionadas ao aniversário do filme — que completa 20 anos no próximo mês. Essa semana, uma entrevista com o próprio Cameron Crowe foi liberada.

Nela, o diretor entrou em detalhes sobre os bastidores das gravações, histórias curiosas relacionadas ao elenco e também sobre como grandes lendas da música, como Jimmy Page e Robert Plant, reagiram ao filme e aos personagens baseados neles.

Um dos trechos da entrevista também relata uma cena do roteiro original que acabou não entrando em Quase Famosos. E quem a estrelava era ninguém menos que Neil Young.

O [personagem do] Neil estaria nos bastidores com uma esposa jovem. Ele é Harry Hammond, o pai distante de Russell Hammond. Eles elogiavam o show, mas a jovem noiva está olhando para o Crudrup [Russell], e ele está olhando para ela; e aí ele percebe que o pai dele está sendo enganado e está se aproveitando do sucesso do próprio filho. É uma cena de partir o coração sobre o que o sucesso ocasiona em um pai distanciado do filho. Aqui está a cena, é logo após a cena da camiseta:

[Crowe lê a cena]: Russell passa rapidamente por um homem feliz de cabelo prateado que é o centro das atenções com uma cerveja na mão. Ele está vestido de uma forma jovem demais para a idade dele. Quase sessenta anos. Ele é o pai de Russell.

– Pai.
– Filho!
Russell, educadamente: ‘Olá, Harry.’
Seu pai apresenta uma mulher muito mais jovem, que olha com desejo para Russell.
‘Ele tem todos os genes bons, né?’, diz Neil Young. ‘Essa é a Diedre. Estamos nos casando em Julho.’

E aí está. É uma cena curta. A Betsy [Heimann] tinha vestido o Neil Young, e ele já tinha suas roupas separadas e tudo mais, mas cancelou no dia da filmagem. Mas ele foi a primeira pessoa a nos dar a versão acústica de ‘Cortez the Killer’ — ele procurou o take perfeito entre seu acervo de gravações, mixou e nos deu. Ele presenteia e também tira.

Crowe também contou outras histórias sensacionais, como quando recebeu caronas de David Bowie para cima e para baixo durante as gravações de Station to Station porque não sabia dirigir até ter completado 18 anos. Em uma das ocasiões, Bowie compôs uma música especialmente para o jornalista, para que ele entendesse como funcionava seu processo de composição.

Você pode conferir a entrevista na íntegra clicando aqui.

Quase Famosos

Recentemente, o elenco de Quase Famosos se reuniu em um podcast para celebrar os vinte anos de seu lançamento. O projeto também deverá virar um musical da Broadway — após o anúncio em 2018, a procura pelo elenco iniciou em Janeiro deste ano.