Barco Banksy Refugiados
Foto por Ruben Neugebauer (via MixMag)
Ouça o novo álbum do Melim!  

Banksy usou sua fortuna para uma missão pra lá de nobre.

O misterioso artista plástico financiou um barco para resgatar refugiados que estão no Mar Mediterrâneo, e estavam tentando chegar à Europa após sair do Norte da África. De acordo com a mídia internacional (via Mixmag), a embarcação já conseguiu resgatar 89 pessoas.

O barco, que conta com uma equipe de ativistas europeus com experiência em operações de busca, se chama Louise Michel — o nome de uma anarquista feminista francesa. Além disso, a embarcação ainda tem obras de Banksy pintadas, a palavra “resgate” na lateral e é pintado de rosa.

Pia Klemp, uma ex-capitã de barcos que trabalhou em diversas ONGs, está envolvida na operação. De acordo com a profissional, o artista a abordou em 2019 oferecendo fundos para financiar projetos de auxílio aos imigrantes.

À imprensa, Pia declarou:

Banksy não finge que sabe melhor do que nós sobre como conduzir um navio, e não vamos fingir que somos artistas. Não vejo o resgate marítimo como uma ação humanitária, mas como parte de uma luta antifascista.

O resgate ainda não acabou, e a tripulação espera resgatar mais cerca de 30 pessoas nos próximos dias. A intenção é deixá-los em algum porto da Europa, em segurança.

 
 
Compartilhar