Edgard Scandurra, guitarrista do IRA!
Foto por Fábio Silva
 

Edgard Scandurra quebrou o silêncio após ser xingado por Roger Moreira, seu ex-colega de Ultraje a Rigor.

Como te contamos por aqui, o vocalista não gostou de comentários que Edgard fez sobre sua posição política, e como não concorda com sua visão. Roger, então, soltou diversas críticas a Scandurra, chegando a dizer que ele “apoia ditaduras como Cuba e Venezuela”.

Neste último domingo (16), durante uma live do programa Papos & Beats, Edgard resolveu se pronunciar e tirar a situação a limpo. Bastante calmo em sua fala e querendo apaziguar o ocorrido, Scandurra disse:

O Roger, durante muitos anos, quando eu comecei, quando eu tava no Ultraje, foi um cara muito importante na minha carreira. Amigo! Que me pegava em casa, me levava pros ensaios. Eu era um duro, não tinha um tostão. Pagava uma cerveja pra mim. Dávamos muita risada juntos.

Eu não tô na posição de ser polícia de ninguém, entendeu? Se ele tem a posição dele, política, que ele quer apoiar, quem eu não apoio de jeito nenhum [o governo Bolsonaro], que ele seja feliz na posição dele, entendeu?. Eu não sou policial dos costumes das pessoas. Então eu respeito muito o tempo que eu tive nessa banda, o Ultraje. A obra que eles têm, as músicas que eles fizeram.

Ele ainda continua:

Agora, eu sigo o meu caminho, ele segue o dele e eu não tenho intenção nenhuma de ficar olhando o que ele faz ou deixa de fazer. Sei lá, eu só queria deixar esse registro, assim, pra não ficar essa briguinha. Essa coisa que não leva a lugar nenhum. Que cria esse clima de torcida, de um lado e de outro…

Eu respeito o cara! Quero que ele seja feliz! E que ele siga o caminho dele.

Confira a live logo abaixo!

Edgard Scandurra fala sobre Roger Moreira

A fala sobre Roger começa por volta da marca de 1:22:00 e vem logo antes de Scandurra tocar a canção “Sonhando”, do saudoso Ciro Pessoa.

LEIA TAMBÉM: Roger Moreira (Ultraje A Rigor) xinga Edgard Scandurra (IRA!) nas redes sociais

 
Compartilhar