Cleptolab promove encontro de músicos para gravarem seus artistas favoritos; veja cover de David Bowie
Foto: Reprodução/Youtube
 

Durante o período de distanciamento social, imposto de forma abrupta devido à pandemia do COVID-19, muitos têm fortalecido sua ligação com a música, resgatando discos, relembrando artistas e homenageando suas bandas favoritas através de covers.

Dessa maneira, os músicos Edgar Avian (Inocentes, Gritando HC e Supla) e Edu Kids (Under The Knife e Versos em Veneno) unificaram sua paixão pela arte e criaram o projeto Cleptolab, um laboratório de experimentos musicais que mistura artistas de bandas nacionais e internacionais para homenagear e relembrar grandes obras de diferentes estilos.

Em resposta exclusiva ao Tenho Mais Discos Que Amigos!, Avian e Kids falam um pouco sobre como funciona o projeto, que permite que músicos tenham a oportunidade de gravar covers com pessoas com as quais nunca antes tocou.

TMDQA!: O que impulsionou a ideia desse laboratório de experimento?

Avian: A ideia surgiu quando eu e meu parceiro, Edu Kids, resgatamos alguns vídeos que nós havíamos gravado em 2015, exatamente no estilo das Lives, que surgiram nesta quarentena, e isso fez com que convidássemos outros músicos para fazerem parte.

Kids: A ideia surgiu na necessidade de ocupar as cabeças e ouvidos no início da quarentena. Foi tomando forma com as participações e com os resultados. O feedback bem positivo e engajado nos incentivou bastante após o lançamento.

TMDQA!: Como ocorre a curadoria dos artistas que participam?

Avian: Tive o prazer de tocar em grandes festivais aqui e fora do país; trabalhei por 4 anos no Hangar 110, onde conheci grande parte dos músicos que também se tornaram grandes amigos. Isso facilitou aceitação na hora em que os convidei para o projeto.

TMDQA!: Os artistas que escolheram quem gostariam de homenagear ou isso foi algo desenhado em conjunto com vocês?

Kids: Na primeira etapa do projeto, já chegamos com algumas músicas escolhidas e gravadas para artistas que sabíamos que eram dessa pegada. A partir da primeira participação, a animação foi tanta que artistas já estavam nos passando listas para futuras músicas e homenagens.

Avian: Faço esse trabalho como um DJ, penso em uma sequência para poder incluir um repertório mais diversificado.

TMDQA!: Se vocês fossem escolher um nome para homenagear, quem escolheriam?

Avian: Como nossa ideia é misturar artistas e estilos musicais, nós teríamos que pensar em uma banda sólida e com muitas fases, como The Beatles ou The Rolling Stones, por exemplo.

David Bowie é homenageado com versão de “Ziggy Stardust”

Toda segunda-feira e quinta-feira, às 20h, o projeto libera um novo vídeo em seus perfis no Youtube e Instagram. Nesta semana, a Cleptolab começa celebrando ninguém menos que o saudoso camaleão David Bowie, com uma versão de uma de suas faixas mais clássicas, “Ziggy Stardust“.

O novo cover chega também para concretizar o nome Cleptolab, que faz referência ao incidente quando o guitarrista Steve Jones (Sex Pistols), que assumiu seus momentos de cleptomaníaco quando mais jovem, passou-se por rodie da banda do Bowie, em 1973, no Hammersmith Odeon, em Londres, e roubou alguns de seus equipamentos.

A gravação de “Ziggy Stardust” do projeto contou com as participações de Edgar Avian na bateria, Bruno Luiz no violão, Gustavo Rock na guitarra, Eduardo Hollywood no baixo e Thanira Rates nos vocais.

Rates, que já tocou ao lado do ex-VJ da MTV Gastão Moreira na banda Kratera, sempre expôs sua admiração por Bowie e conta que a arte do londrino está presente em sua vida desde a época da pré-adolescência:

Nos anos 80, minha irmã me levou para assistir ao filme ‘Labirinto – A Magia do Tempo’ no cinema e eu fiquei impactada quando vi o David Bowie (que, no filme, interpreta o personagem Jareth, além de ter contribuído para a trilha sonora). Já na minha pré-adolescência, na época do Nirvana e sua antológica versão de ‘The Man Who Sold the World’, comecei a procurar os trabalhos mais antigos do Bowie (discografia dos anos 70, incluindo a Trilogia de Berlim e a trilha de Christiane F.) e me apaixonei de vez. Ele depois ainda se juntou a uma galera que eu amava, como Placebo e Nine Inch Nails, para fazer som. Ele é meu artista preferido.

Sobre a participação no projeto, Rates, que atualmente é integrante da banda Minimal Commitment (cujo single de estreia, All In Your Head, será lançado no dia 25 deste mês), comentou:

Eu sempre quis fazer uma homenagem ao Bowie e não sabia como, pois eu sou muito crítica com Bowie e com que fazem. Fiquei preocupada em fazer justiça ao meu artista preferido, mas aceitei o convite para deixar registrado a minha homenagem a ele.

Abaixo, assista ao resultado do cover de “Ziggy Stardust”.

Em tempo, além de Bowie, o projeto também já homenageou nomes como Misfits, The Cure e Less Than Jake. Todos esses vídeos podem ser conferidos aqui.