Tom Morello e sua mãe
Reprodução/Instagram

Tom Morello segue vocalizando seu apoio às manifestações que acontecem nos Estados Unidos, e dessa vez deixou bem claro que apoia o uso de uma de suas canções mais icônicas para esses fins.

Depois que um vídeo de manifestantes cantando o inesquecível “Fuck you, I won’t do what you tell me” (“Foda-se você, não vou fazer o que você manda”) de “Killing in the Name” em Portland chegar até o cara, ele compartilhou o registro e declarou seu apoio.

Veja no Tweet abaixo.

Tom Morello e os manifestantes de Portland

Os protestos antirracistas em Portland devido à morte de George Floyd já duram mais de dois meses e as coisas têm se agravado após o mandatário Donald Trump intervir com a colocação de agentes federais em cena para conter a população da cidade, que fica no Noroeste do país, no estado do Oregon.

A resposta violenta dos oficiais de Justiça já havia sido abordada por aqui quando falamos sobre o grupo de mães que se juntou e formou uma “barreira viva” contra a repressão dos manifestantes.

Pouco depois da publicação inicial, Tom voltou a falar do assunto compartilhando uma reportagem feita sobre o incidente e deixou bem claro que “é para isso que serve” o hit do Rage Against the Machine. E você acredita que em pleno 2020 tem gente que ainda não entendeu do que se tratava?