Peter Green, do Fleetwood Mac
 

Notícias tristes envolvendo um dos mais reconhecidos guitarristas e vocalistas britânicos de todos os tempos: Peter Green faleceu aos 73 anos de idade.

O músico ficou conhecido principalmente por conta do seu trabalho no Fleetwood Mac, grupo que ajudou a fundar em Londres no ano de 1967 ao lado de Jeremy Spencer, John McVie e Mick Fleetwood.

Além de ter iniciado um dos grupos mais influentes do Rock em todos os tempos, ele também teve feitos notáveis na carreira como o fato de ter substituído Eric Clapton na banda John Mayall & The Bluesbreakers.

Canções suas para o Fleetwood Mac como “Albatross”, “Black Magic Woman” e “Oh Well” fizeram história nas paradas de sucessos e inclusive foram regravadas por artistas influentes.

Além disso, a revista Rolling Stone o colocou na posição de número 58 na lista de 100 Maiores Guitarristas de Todos Os Tempos.

Morte de Peter Green

A causa da morte ainda não foi revelada, e de acordo com um comunicado compartilhado pela BBC, parece ter sido natural:

É com grande tristeza que a família de Peter Green anuncia a sua morte nesse final de semana, de forma pacífica enquanto dormia.

Um novo comunicado será disponibilizado nos próximos dias.

Peter Green deixou o Fleetwood Mac em 1970 para lidar com problemas de saúde mental, tendo sido internado em um hospital psiquiátrico nos Anos 70 por conta de um diagnóstico de esquizofrenia.

Entre 1970 e 1985, ele lançou uma série de discos em carreira solo e outros projetos. O último deles, A Case for the Blues, saiu como Katmandu, um grupo de artistas consolidados que tinha Peter Green, Ray Dorset (Mungo Jerry) e Vincent Crane (Atomic Rooster).

Que descanse em paz, mestre.

 
Compartilhar