Tuyo
Foto: Divulgação
 

Em 2018, o trio curitibano Tuyo nos conquistou com sua sonoridade dançante, intimista e reflexiva com o disco de estreia Pra Curar, um dos melhores de 2018. Mas, cá entre nós, se aquele ano já foi difícil, a “cura” precisa ser maior ainda para amenizar o que o ano de 2020 tem se mostrado. Pelo menos, temos a animadora notícia de que o trio já está preparando o lançamento de seu segundo álbum!

O primeiro single foi divulgado recentemente, e se chama “Sem Mentir“, com patrocínio da Natura Musical. A canção é uma resposta para questionamentos que permeiam os pensamentos de Lio, Lay e Machado. É uma forma de externalizar esses sentimentos internos. Também é uma forma de assumir os monstros internos que todos nós temos. “Sabe essas coisas que temos medo de admitir e que podem fazer a gente desmoronar?”, questiona Lio.

 

“Não precisa se assustar, eu caminho com você nesse inferno permanente”

A faixa ganhou uma bela adaptação audiovisual, com direção de Leticiah F. O contraste das cores e a liberdade dos movimentos protagonizados pelo trio são, de fato, um alívio para os olhos em tempos nublados.

É perceptível também uma espécie de “busca interior”, que complementa a mensagem da música. O que torna o vídeo belo não são a utilização de paisagens bonitas ou a forçação de uma narrativa, mas, sim, a beleza e o conforto de cada um dos integrantes nas imagens filmadas. Sobre isso, Lio complementa:

Você enxerga vários clichês ali: água no corpo, corpo no espelho, sombra e luz… Brincamos com esses jogos à nossa maneira, engrandecendo as nossas imagens e belezas.

Novo disco

O EP Pra Doer (2017) e o álbum Pra Curar (2018) evidenciam processos que resultam na cicatrização, desde o famoso “deixa arder” até a aguardada superação. Seguindo esta linha narrativa, a Tuyo desenvolve atualmente seu novo disco.

Posts recentes no Instagram da banda dão a entender que trata-se de um recomeço a partir da evolução de uma conversa, que se deu de forma muito natural entre a Tuyo e seu público ao longo dos últimos anos.

Mas e você? O que achou de “Sem Mentir”? Seja sincero (risos) nos comentários!

 
Compartilhar