Beyoncé Homecoming Netflix
Reprodução/Netflix
Ouça nova versão do disco ao vivo do Pink Floyd!  

Beyoncé está próxima de registrar legalmente como marca o nome de sua filha, Blue Ivy Carter, provavelmente pensando em negócios futuros para a pequena.

A situação ficou bastante favorável para isso depois da cantora ter vencido uma batalha legal com Veronica Morales, que é dona de uma empresa de planejamento de eventos chamada Blue Ivy Company. A disputa estava se arrastando desde 2017 e chegou ao fim recentemente, conta a NME.

De acordo com a publicação, a motivação de Morales era não permitir o registro pois os nomes seriam “muito semelhantes”. No entanto, as autoridades responsáveis julgaram que não há evidências para qualquer tipo de confusão entre as marcas por parte do público.

Vale lembrar que Morales chegou até mesmo a acusar a cantora de fraude, e opinou que ela não teria qualquer intenção de usar o nome da filha para negócios, tratando-se apenas de uma tentativa de prejudicá-la.

Beyoncé e Blue Ivy

Apesar de muito nova, Blue Ivy já tem uma carreira de sucesso, por assim dizer.

Ela participou da trilha sonora de O Rei Leão (2019) e, conforme te contamos por aqui, foi premiada no NAACP Image Awards com o troféu de Melhor Colaboração em Duo ou Grupo por conta de “Brown Skin Girl”, na qual cantou e também participou da composição.

LEIA TAMBÉM: Beyoncé doa mais de R$ 30 milhões em ajuda a trabalhadores na pandemia

 
Compartilhar