Arnaldo Baptista em 2020
Foto por Fabiana Figueiredo
   

Há alguns dias nós falamos por aqui sobre como o lendário Arnaldo Baptista iria completar 72 anos de idade em grande estilo.

Pois a data chegou, e hoje a lenda d’Os Mutantes está completando mais uma primavera com vídeos de versões das suas canções que foram gravados por fãs e músicos conhecidos.

Em um projeto que teve participação do próprio, a ideia foi reunir pessoas que se conectassem com as suas canções e hoje, com exclusividade no Tenho Mais Discos Que Amigos!, temos os três primeiros vídeos dessa deliciosa brincadeira.

Aniversário de Arnaldo Baptista

Nesse primeiro momento, os esforços foram concentrados nos discos Singing Alone, Elo Perdido, Elo Mais Que Perdido, Faremos Uma Noitada Excelente, Let It Bed e Disco Voador, em um projeto que ficou conhecido como “Homenagem Arnaldo Baptista 7.2”. O clássico Lóki? ganhará uma edição especial no futuro.

Quem tocou o projeto ao lado de Arnaldo foi Rod Krieger, que há alguns anos tem trabalhado com o objetivo de amplificar o legado de Arnaldo, e ele disse:

Me lembro quando fui convidado para fazer a primeira homenagem ao Arnaldo. De primeira, falei que estava dentro, mas que ficaria muito feliz se tocasse apenas músicas da obra pós o ‘Lóki?’. A sintonia entre ambas as partes se deu na hora. Uma das experiências mais incríveis que já aconteceu na minha vida foi tocar aquelas canções com o Arnaldo sentado na primeira fila. Enquanto estava no palco, pensei: ‘todos os fãs deveriam ter essa experiência’. Fico feliz em saber que muitos realizaram essa façanha, mesmo que virtualmente. Viva o Arnaldo Baptista e muito obrigado por compor a trilha sonora de minha vida.

Primeiros Vídeos

Nos três primeiros vídeos já temos um pouquinho de tudo que compõe o caldeirão que é a sonoridade de Arnaldo e sua base de fãs.

John Ulhoa, do Pato Fu, escolheu “To Burn Or Not To Burn”, do disco Let It Bed (2004) e disse:

‘To Burn or Not to Burn’ é uma das minhas favoritas do Let It Bed, que tive a alegria de produzir. Me lembro do processo do Arnaldo na gravação, compondo camadas a partir do baixo. Fiquei com vontade de fazer algo parecido, mas usando SÓ o baixo. Experiência divertida, registrei e editei a brincadeira toda em vídeo, imaginando que o Arnaldo ia curtir a doideira. Tomara que sim! Viva Arnaldo!

 

Bruno Duprat, neto do maestro Rogério Duprat, foi de “Fique Aqui Comigo”, do disco Elo Perdido:

O Arnaldo moldou minha percepção do que é ser músico/compositor, um mestre para mim. ‘Fique Aqui Comigo’ é, sem dúvida, uma de suas músicas mais lindas e me toca profundamente. A escolha das palavras é excepcional. Feliz aniversário Arnaldo!

 

Por fim, a banda Los Borges foi de “Cacilda”, com um belíssimo clipe dirigido e editado pelo fã Adriano Stofaleti:

Quando soubemos da possibilidade de fazer parte de uma homenagem ao Arnaldo, conversamos bastante para escolher a música que iríamos interpretar. E esse bate papo e pesquisa acabou revivendo na gente todos os seus discos e músicas. Só essa sensação já trouxe uma ótima experiência pra nós. É uma grande honra e uma alegria imensa pra gente poder participar desse momento.

 

LINKS MÍDIAS SOCIAIS

STREAMING e FÍSICO