A perda de Freddie Mercury foi algo absolutamente incomensurável para o mundo da música, e Roger Taylor sabe disso. Tanto que o baterista do Queen deixa bem claro em uma nova entrevista que as coisas seriam bem diferentes para a banda se o vocalista ainda estivesse por aqui.

Em conversa com a BBC Radio 6 (via Louder), o baterista foi perguntado se o quarteto ainda estaria fazendo novas músicas se Freddie fosse vivo. A resposta foi bem clara, mas teve um porém:

Eu acredito nisso, sim. Eu e o Freddie… ele era o meu amigo mais próximo e nós éramos muito, muito próximos. A gente cresceu juntos e nós literalmente morávamos nos bolsos e roupas um do outro às vezes! Eu acredito sim que nós ainda estaríamos fazendo coisas juntos porque era uma grande colaboração.

Eu não sei se o John Deacon [baixista da banda] permitiria… Claro que o John não era muito preparado mentalmente para isso, os outros três eram. Eu gosto de pensar que nós ainda estaríamos fazendo coisas juntos, o que quer que seja.

Queen e Roger Taylor

Vale lembrar que recentemente Roger lançou uma nova faixa solo chamada “Isolation”. A música foi composta em uma cabana no seu jardim e ele explica:

Há uma certa frustração em não saber de verdade o que vai acontecer. Era uma frustração e uma certa ansiedade por trás de tudo, então eu só pensei que eu poderia escrever uma música sobre como preencher o dia — a rotina no isolamento. É algo que não estamos acostumados a fazer. É uma reflexão direta de como eu estava me sentindo naquele momento.

Você pode ouvir a canção inspirada pela quarentena na íntegra logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Freddie Mercury e a história da festa mais bizarra dos Anos 70