Alceu Valença
Reprodução/YouTube
 

Antes de lançar Valencianas II, seu novo projeto em parceria com Orquestra Ouro Preto, Alceu Valença liberou o single “Tomara“.

O álbum e DVD ao vivo devem ser lançados no fim do ano e dão continuidade ao trabalho iniciado em 2015 com a primeira parceria que concebeu essa mistura das sonoridades do Nordeste profundo e do barroco mineiro de Ouro Preto.

O trabalho foi gravado em Janeiro na Casa da Música, templo dos concertistas na cidade do Porto, em Portugal. O arranjo para cordas, percussão e banda foi escrito por Mateus Freire.

Alceu Valença explica que combinação dá um outro viés e um olhar diferente sobre sua obra. O artista afirma que isso acontece muito em função do espírito da orquestra Ouro Preto, comandada pelo maestro Rodrigo Toffolo.

São músicos jovens que contagiam não apenas pela destreza com que executam seus instrumentos, mas pela maneira com que interpretam as nuances da minha música. E isso passa para a plateia. Quando fizemos ‘Valencianas’ no Porto, o público português levantou-se para dançar em alguns números. Isso é impensável no ambiente da música de concerto (risos). Os arranjos captam com muita sensibilidade os caminhos da música que faço.

Além do single, o registro inclui músicas como “Dia Branco“, “Como Dois Animais“, “Solidão“, “Na Primeira Manhã“, “P da Paixão“, “Tesoura do Desejo“, “Táxi Lunar” e “Pelas Ruas que Andei“.