Roger Waters
Foto: Reprodução/YouTube
 

O ex-integrante do Pink Floyd, Roger Waters, acaba de disponibilizar mais um vídeo de quarentena para os fãs.

Desta vez, ele convocou a própria banda que o acompanha nas turnês ao redor do mundo, para juntos gravarem uma versão de “Two Suns in the Sunset”, faixa que encerra o álbum The Final Cut, lançado em 1983 pelo grupo.

Antes da performance começar, uma mensagem aparece na tela:

Estamos a cem segundos da meia-noite no relógio do dia do juízo final. Este é o mais próximo que a raça humana já esteve de uma catástrofe nuclear.

O músico ainda desabafou sobre o assunto na legenda do vídeo:

O fato de permitirmos a existência de armas nucleares em um mundo controlado por sociopatas desarranjados é, por si só, um arranjo desarranjado. Nós somos muitos e eles são poucos. Poderíamos dizer não à toda essa loucura da MAD. Não faz sentido e é potencialmente homicida.

MAD significa “Mutual Assured Destruction”, ou em português “destruição mútua assegurada”, e é uma doutrina de estratégia militar que defende o uso de armas nucleares.

Roger Waters

Antes de divulgar o novo vídeo cantando “Two Suns in the Sunset”, Roger Waters já tinha também lançado outro material especial de quarentena. Veja aqui.

 
Compartilhar