Run The Jewels 4
 

2020 não está sendo fácil. Mas 2019 também não foi, o ano anterior idem, e assim a humanidade tem caminhado a passos tortos já há algum tempo achando que tudo estava “bem”.

É claro que nada se compara a uma das crises sanitárias mais terríveis da história, mas o fato é que diversos dos problemas que enfrentamos, principalmente no que diz respeito à desigualdade social e ao racismo, estão aí faz tempo.

Quem também está aí há muito tempo é a dupla de Hip Hop Run The Jewels, nascida nos EUA há 7 anos e formada por Killer Mike, um rapper negro, e El-P, um rapper branco.

A informação sobre as cores das peles de cada um seria desnecessária em um mundo ideal, mas faz todo sentido quando paramos para entender a realidade de 2020 onde o preconceito está escancarado desde a morte de George Floyd e dos inúmeros casos de violência policial registrados no Brasil diariamente.

RTJ 4

O quarto disco de estúdio da dupla teve seu lançamento antecipado para fazer parte do debate em torno do terrível caso de Minneapolis, onde um policial branco sufocou um homem preto até a morte, e rapidamente se alinhou aos fatos que estão acontecendo no planeta.

Em 11 faixas e cerca de 39 minutos, o RTJ coloca o dedo na ferida e não tem medo de deixar seus pontos de vista bem claros, e só os versos de “walking in the snow” já são uma verdadeira aula para o que estamos enfrentando esse ano, dizendo:

Eles prometem educação, mas realmente te dão provas e notas
E eles preveem a população carcerária com quem tira as mais baixas
E normalmente as notas mais baixas são dos mais pobres e eles se parecem comigo
E todos os dias no jornal eles enchem você de medo de graça
E você fica tão anestesiado que assiste aos policiais enforcarem um homem como eu
Até que a minha voz de transforme em um sussurro, ‘Eu não consigo respirar’
E você se senta em casa no sofá e assiste a tudo na TV
E o máximo que faz é reclamar rapidamente no Twitter e chamar isso de tragédia

Nunca se esqueça que na história de Jesus, o herói foi morto pelo estado

É claro que em um disco tão consistente há outros pontos altos e eles se dão em canções como “JU$T”, parceria com Pharrell Williams e Zack De La Rocha (Rage Against The Machine), além de “pulling the pin”, faixa soturna que faz uso da voz sensacional de Mavis Staples além de backing vocals e guitarras de Josh Homme (Queens Of The Stone Age).

Continua após o player

O Run The Jewels vem misturando Hip Hop a diversos outros gêneros, inclusive o Rock And Roll, desde 2013.

Seus shows são verdadeiras explosões que, não à toa, serviriam como atração de abertura para a turnê mundial do Rage Against The Machine que, dizem os rumores, passaria pelo Brasil.

Em 2020 eles se tornaram cada vez mais essenciais e transformaram opiniões em petardos sônicos e frustrações em grandes rimas, com um grande álbum.

De certa forma, RTJ4 é a trilha sonora do caótico ano de 2020.

 
 
REVIEW GERAL
Nota
8.5
Compartilhar