Henrique Fogaça (Oitão) e Kelsen (Distúrbio Mental)
Reprodução/Instagram

Henrique Fogaça, mais conhecido por seu trabalho como chef e pela participação como jurado do programa MasterChef, nunca deixou de lado seu passado e presente no Punk, inclusive comandando os vocais da banda de hardcore Oitão há anos.

Mas, depois de postar uma foto com Kelsen Bianco, vocalista da Distúrbio Mental e um “irmão que a vida deu” a Fogaça, ele viu seu amigo ser recebido com diversos comentários preconceituosos em relação à sua aparência.

Continua após a postagem

Em resposta a isso, o chef e cantor resolveu defender o colega — que não tem redes sociais — e compartilhou um vídeo de 1994. O registro mostra uma apresentação da época do Distúrbio Mental, com direito a uma baita Roda Punk que conta com a participação do próprio Henrique enquanto a banda toca a faixa “Fora Racistas”.

Juntamente à gravação, ele postou um texto impactante:

Vejo por alguns comentários abaixo que a hipocrisia, a falta de respeito, o preconceito, o racismo, a falta de empatia, o pré-julgamento, a homofobia, a ignorância, a intolerância, os que se dizem “antifascistas” e que são na verdade os verdadeiros Fascistas… NÃO SÃO BEM VINDOS AQUI NA PÁGINA. Tenho repulsa e fobia de pessoas que hoje no Século XXI têm um pensamento tão raso, tão retrógrado, tão supérfluo e tão vazio. Triste ver o caminho que a humanidade está tomando.

Você pode conferir a publicação original abaixo.

Henrique Fogaça, Punk e a Oitão

View this post on Instagram

SIM SOU EU MESMO NA RODA PUNK(PÔGÔ) EM 1994 (Ribeirão Preto) (Estou de camiseta regata branca e bermuda jeans magrelão…. no 1:02 vai me ver ) Não precisaria mostrar esse vídeo , mas em respeito,lealdade,caráter amizade,valores,conduta de vida e príncipios do PUNK, venho aqui para defender meu amigo e irmão KELSEN que esta comigo na foto abaixo e não tem como se defender pois não tem perfil em nenhuma rede social. Me sinto na obrigação de representa-lo. Vejo por alguns comentários abaixo que a hipocrisia a falta de respeito, o preconceito,o racismo,a falta de empatia,o pré julgamento,a homofobia,a ignorância, a intolerância,os que se dizem “antifascistas” e que são na verdade os verdadeiros Fascistas … NÃO SÃO BEM VINDOS AQUI NA PAGINA Tenho repulsa e fobia de pessoas que hoje no Século XXI tem um pensamento tão raso, tão retrógrado, tão supérfluo e tão vazio. Triste ver o caminho que a humanidade esta tomando. Portanto para o seu bem e do mundo: SEJA LIVRE,SEJA LEVE,SEJA EM PROL DA DIVERSIDADE,DO AMOR,DAS MINORIAS DO BEM, DAS MAIORIAS DO BEM, SEJA JUSTO,LUTE POR UMA VIDA DIGNA,REVEJA SEUS CONCEITOS, SEUS VALORES, SUA ÍNDOLE . NOSSO BRASIL É LINDO COM SUAS RIQUEZAS NATURAIS, NOSSA MISCIGENAÇÃO,NOSSO SORRISO,NOSSA EMPATIA COM O PRÓXIMO, NOSSA LIBERDADE DE EXPRESSÃO, NÃO DEVEMOS VIVER EM GUERRA,PODEMOS SER UM SÓ❤️💀🙏🏼 “Com certeza poderemos ter um mundo muito melhor” #branco #negro #indio #amarelo #uniãoderaças @pathortega @cristiantmk @advodoctor777 @juninho_3_5_7 Letra do som: Querem assassinar a Liberdade Querem acabar com a Igualdade Regimes Racistas, de velhos Nazistas De jovens cretinos, de mentes vazias Não importa a cor nem a classe social Sem preconceito o Homem é igual Somos iguais, Somos racionais Fora racistas, Fora racistas…

A post shared by HENRIQUE FOGAÇA (@henrique_fogaca74) on

Em 2020, Henrique Fogaça tem conseguido arrumar um tempo em meio às suas tarefas constantes com a gastronomia para lançar novas músicas da Oitão.

A primeira a ser divulgada foi “Instinto Sujo”, sobre a qual ele nos concedeu uma ótima entrevista que ainda abordou temas mais gerais de sua vida dentro e fora da música, e mais recentemente o single “Proteste” chegou às plataformas em momento bastante oportuno.

Você pode ouví-lo abaixo.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!