Porta dos Fundos -
Reprodução/YouTube
 

Em tempos de manifestações anti-racismo, é claro que a produtora Porta dos Fundos não ficaria calada e preparou um dos vídeos mais incríveis sobre o momento atual até agora.

Nathália Cruz Noemia Oliveira introduzem a produção mostrando a existência de um “problema invisível” que faz com que elas não sejam ouvidas ao tentar fazer uma “nota de repúdio”, mesmo usando “recursos” como se manchar de sangue e ligar sirenes de polícia. Eventualmente, elas encontram a “solução”: chamar dois homens brancos.

Entram em cena Fábio Porchat João Vicente de Castro, que atuam de forma muito contundente para mostrar a realidade do privilégio branco no Brasil e no mundo.

Enquanto as duas mulheres negras tentam explicar como deve ser feito o recado às pessoas, os dois homens repetem discursos repletos de desserviços que temos visto constantemente em redes sociais como o “Todas as Vidas Importam” e, em alguns momentos, tentam até mesmo recomendar materiais de estudo às duas.

O recado completo e da forma como deve ser dado, então, vem na forma de uma espécie de dublagem feita por Nathália e Noemia. Enquanto silenciam os microfones de Fábio e João Vicente, as duas mulheres ensinam como deve ser feito um discurso sobre o tema de forma didática e poderosa.

Você confere na íntegra pelo vídeo abaixo.

Porta dos Fundos em “NOTA DE REPÚDIO”

Ao final da esquete, já emotiva por si, o elenco da produtora — incluindo nomes como Antonio Tabet, Gregório DuvivierThati Lopes e mais — relembra algumas das inúmeras vidas brutalmente perdidas nas mãos da polícia brasileira e do racismo sistêmico, como os recentes casos dos pequenos João Pedro Miguel.

Para ajudar o movimento Vidas Negras Importam no Brasil, você pode acessar este link que fornece um guia com possibilidades de doação, links para educação e petições que podem ser assinadas.