Serj Tankian
Foto via Wikimedia Commons
 

Serj Tankian finalmente abordou uma crítica ao System of a Down que vem rolando há alguns anos na internet.

Em entrevista ao podcast Side Jams with Bryan Reesman (via Loudwire), o vocalista falou sobre os fãs que preferem separar a política da música, e o criticam negativamente quando ele dá sua visão sobre o cenário atual.

Enquanto letras políticas são justamente a maior base do trabalho do grupo, ainda tem uma galera que… não entendeu. Leia:

Eu sempre expliquei música como uma pizza – algumas pessoas gostam da massa, outras do queijo, outras da cobertura. Então, quando vejo pessoas nas minhas redes sociais dizendo, ‘eu amo sua música, mas não quero ouvir suas ideias políticas’, acho até justo – se elas foram educadas, é justo, mas às vezes não são.

Ele continua:

Mas eu não entendo isso, e muitas outras pessoas que curtem a música dizem a mesma coisa. Eles falam tipo, ‘Você não escutou as letras nesses 20 anos? Ele tem dito tudo isso através de sua música esse tempo todo. O que está acontecendo, você está apenas dançando? Você realmente não está entendendo a mensagem?’

Serj ainda reforçou que não é contra quem gosta só da melodia, mas continua achando complicado quem “não entendeu o ponto” de suas canções. “Eles nunca pensaram que ‘B.Y.O.B.’ é anti-imperialista, talvez. Não sei – não sei como isso é possível, mas enfim. Então é muito interessante para mim, ver isso,” ele finaliza.

A entrevista vem em meio a um grande embate entre os membros do próprio SOAD. Enquanto Serj Tankian continua firme na visão que defende há anos, o baterista John Dolmayan tem seguido outro caminho.

   
Compartilhar