John Boyega em protesto
Reprodução/Twitter
 

Se tem algo que John Boyega nunca deixou de fazer é se posicionar. Seja em pautas sociais urgentes ou até seu descontentamento com o roteiro de um filme, o ator nunca teve medo de falar o que pensa. Agora, em um momento tão difícil que vivemos, Boyega foi além.

Durante um protesto no Hyde Park, em Londres, o Finn de Star Wars usou sua voz para manifestar o sentimento de seus irmãos pretos. Este é só mais um dos milhares de protestos ao redor do mundo que estão combatendo o racismo, ainda tão presente na nossa sociedade.

Boyega, que já havia mandado os racistas à merda em suas redes sociais, disse em um certo momento:

As vidas pretas sempre importaram. Sempre fomos importantes. Sempre significamos algo. Sempre fomos bem sucedidos. E agora é a hora — não vou mais esperar.

Ainda em sua fala, o ator disse saber que poderia prejudicar sua carreira com o posicionamento, mas que não se calaria. Seu discurso foi recebido a gritos e palmas de quem estava presente.

Apoio

A preocupação de John com a carreira não passou desapercebida no mercado do cinema. Diretores e produtores como Matthew A. Cherry, Edgar Wright, Charlie Brooker e muitos outros alegaram que estão ansiosos para ter o ator em um de seus filmes.

Além disso, a Lucasfilm, estúdio de Star Wars, também saiu em defesa de John Boyega o chamando de “herói”. O comunicado não caiu tão bem entre alguns fãs, alegando que a empresa ficou calada quando o artista foi atacado por fãs racistas da franquia.

Confira tudo isso logo abaixo.

   
Compartilhar