Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

No início dos anos 2000 o Iron Maiden sinalizava mais uma significativa mudança de formação que dessa vez seria um grande renascimento da banda e da boa fase musical.

O anúncio dos retornos do guitarrista Adrian Smith e do vocalista Bruce Dickinson, que deixaram a Donzela em 1990 e 1993 respectivamente, sinalizavam a grande esperança dos fãs após dois discos bastante contestados com Blaze Bayley nos vocais.

Brave New World foi lançado no dia 29 de maio do ano 2000 trazendo tudo à tona, com três guitarristas na formação e músicas acompanhadas de letras que foram comparadas de forma positiva a outros clássicos da discografia, tudo em um álbum que está na lista dos mais queridos de muitos fãs.

Músicas como “The Wicker Man”, “Ghost Of Navigator”, “Brave New World” e “Blood Brothers”resumiam a química perfeita da nova fase e a turnê ganhou um registro ao vivo em CD e DVD, gravado no Brasil durante o Rock in Rio em 2001.

A importância de Brave New World duas décadas depois vai além das críticas aclamadas e do sucesso de público nos shows ao redor do planeta.

Era a renovação de um legado inigualável que agora mostrava o encontro de algumas gerações que se uniram nos shows cantando as novas e as velhas canções a todo o volume.

O Iron Maiden continua impressionando nos palcos e o reinado que já dura algumas décadas ainda é reinventado com bons lançamentos, renascendo sem fugir da própria essência, se negando a ter fronteiras e sem a mínima vontade de existir apenas de um passado glorioso.