George Floyd e Policiais

Há algumas horas o caso George Floyd, que chacoalhou o mundo, ganhou novos contornos.

Isso porque outros três policiais foram acusados da morte do homem que foi jogado ao chão algemado e teve seu pescoço pressionado por quase 9 minutos em uma atitude brutal do policial Derek Chauvin.

Além dele, agora também irão responder por assassinato de segundo grau os oficiais Tou Thao, Thomas Lane e J. Alexander Kueng.

Aqui é importante ressaltar, inclusive, que a acusação mudou, já que Chauvin havia sido enquadrado no terceiro grau. Agora, o procurador geral de Minnesota Keith Ellison diz que há provas suficientes para “elevar” o nível da denúncia e, assim, todos responderão pelo “second degree”, quando há intenção sem premeditação.

Ainda assim, Ellison diz saber que “é difícil condenar policiais”, mas que “George Floyd importava. Ele era amado. Sua família era importante. Sua vida tinha valor, e nós iremos procurar justiça para ele e para você, e iremos encontrá-la.”

Caso George Floyd

George Floyd foi algemado após um atendente de uma loja dizer que ele teria usado uma nota falsa de 20 dólares para comprar cigarros.

Poucos minutos após a denúncia, ele estava no chão, morto, sendo que câmeras de vigilância mostram que ele não resistiu à prisão em nenhum momento.

LEIA TAMBÉM: George Floyd – homem branco acusado do mesmo crime fala sobre privilégios

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar