BTS -
Reprodução/YouTube

Os fãs de k-pop travaram uma batalha contra a polícia de Dallas, nos Estados Unidos, no último final de semana, em apoio aos manifestantes que foram às ruas protestar contra o racismo e a morte de George Floyd.

Num Tweet, a polícia pediu aos seus seguidores que denunciasse atividades ilegais durante os protestos enviando vídeos desses momentos para uma plataforma deles chamada iWatch.

Acontece que os arquivos que começaram a chegar em peso por lá foram de performances de artistas do k-pop, dando um grande bug no departamento de polícia. Tanto que o aplicativo saiu do ar e a instituição teve que avisar nas redes sociais que tinha tido “problemas técnicos”.

A ideia de burlar o sistema da polícia foi de um usuário do Twitter, que convocou os fãs do gênero sul-coreano para enviarem vídeos em massa para o sistema, justamente para atrapalhar a possível interferência de policiais nas manifestações.

K-pop

Abaixo, você pode ver os tweets de alguns usuários comemorando o resultado positivo da ação. “As FanCams funcionaram!”, escreveu uma conta. Já outra ironizou a situação: “espero que vocês gostem das FanCams“.

FanCams são vídeos criados por fãs de bandas de k-pop, que normalmente tem muitos integrantes, evidenciando um membro específico do grupo. Ou seja, é como se eles pegassem um clipe lançado pelos artistas, editassem e deixassem só com imagens de seu ídolo favorito.

 
Compartilhar