Will Carroll (Death Angel), recuperado de Coronavírus
Foto por Stephanie Cabral (via Datebook)
 

O baterista do Death Angel, Will Carroll, criticou a forma como a mídia divulgou sua experiência de coma e recuperação da COVID-19. Ele diz ter “se encontrado com o Satanás enquanto estava desacordado”.

Nas redes sociais, ele afirmou que pegaram a história dele e se concentraram na parte do sonho, visão ou alucinação. “Essa é uma pequena parte de uma história bem maior,” escreveu:

Toda essa coisa de Satanás está ficando muito fora da proporção.

Para ele, a imprensa poderia ter focado em como ele deu a volta por cima e venceu esse vírus horrível e em como os médicos e as enfermeiras trabalharam muito para isso acontecer.

Caroll agradeceu as orações de todos e disse que, certamente, as energias positivas que recebeu o ajudaram a se recuperar, mas que ainda não está pronto para “abraçar essa coisa toda de Deus”. Ele revelou ainda que não é frequentador de igrejas, mas que agora acredita em algo superior que o salvou, mesmo sem entender o que é isso exatamente.

Para finalizar, o baterista afirmou que “antes de passar por esse pesadelo, não achava que algo assim fosse possível” e ainda que a visão que teve foi terrível e permanecerá com ele para sempre.

Will Carroll e seu encontro com Satanás

Nós chegamos a publicar aqui sobre esse tal encontro de Will com o Satanás. Na verdade, logo depois que teve alta do hospital, ele deu uma entrevista falando sobre o período em que esteve internado.

Nela, ele conta ter visto ele mesmo deixando seu próprio corpo e indo em direção ao inferno e ainda se encontrando com o Satanás que, na realidade, era uma mulher que o puniu pelo pecado da preguiça e o transformou em um monstro. Saiba mais detalhes aqui.

 
 
Compartilhar