Jimmy Cobb, baterista de
Foto via Wikimedia Commons
 

O álbum Kind of Blue, de Miles Davis, é o mais vendido da história do Jazz e, claro, uma evolução lendária do gênero. O sexteto que gravou a obra agora, oficialmente, não tem mais nenhum representante na Terra após o falecimento de Jimmy Cobb.

O baterista nos deixou nesta segunda-feira aos 91 anos, segundo informou a NPR. Enquanto o primeiro a nos deixar foi o lendário saxofonista John Coltrane, que faleceu em 1967, o próprio Davis nos deixou em 1991 e os outros músicos — Paul Chambers (baixo), Julian Cannonball Adderley (saxofone alto) e Bill Evans (piano) — morreram respectivamente em 1969, 1975 e 1980.

A causa da morte de Cobb foi câncer de pulmão. Infelizmente, o músico ainda passava por dificuldades financeiras e sua filha chegou a abrir uma campanha de arrecadação para pagar as despesas médicas que se acumularam no fim de sua vida.

Jimmy Cobb e Kind of Blue

Nascido em 1929, Cobb gravou o disco aos 30 anos de idade e passou a ser conhecido como um verdadeiro mestre do 4/4, com um groove inconfundível e uma leveza que chamou a atenção de Davis.

Em entrevista ao Museu Americano de História Natural, o baterista chegou a revelar que as instruções de Miles foram simples:

Jimmy, você sabe o que fazer. Só faça parecer que está flutuando.

E assim foi feito. Que descanse em paz e se junte com os ex-companheiros para uma belíssima jam!