Billy Corgan e Britney Spears
Fotos Stock via Shutterstock
 

Os Anos 90 foram pra lá de prolíficos para o Rock And Roll e bandas como The Smashing Pumpkins tiveram seu lugar ao Sol no mainstream.

Com discos, singles e clipes incríveis, a banda fez parte de um movimento que surgiu nas cenas underground de diversas cidades dos Estados Unidos e foi tomando conta das rádios e da MTV.

Outro movimento muito forte da época era a Música Pop e em 23 de Maio de 2000, Billy Corgan deu uma declaração que entraria para a história do grupo e dessa fase da indústria.

The Smashing Pumpkins, Billy Corgan e Britney Spears

A frase de Corgan foi proferida na rádio KROQ, de Los Angeles, no dia 23 de Maio de 2000, e por lá ele cravou que a banda iria acabar ao final do ano.

O motivo? Artistas Pop que estavam tomando as paradas:

Não há nada errado dentro da banda. Mas do jeito que a cultura está hoje em dia, é difícil continuar tentando brigar a boa briga contra as Britneys.

Vale lembrar que a banda efetivamente acabou ao final do ano e no dia 02 de Dezembro fez um show de despedida com 4 horas e meia de duração no icônico Metro, em Chicago, onde a carreira dos Pumpkins começou.

O último disco dessa fase é Machina II/The Friends & Enemies of Modern Music, que contou com Billy Corgan, James Iha (guitarra), D’arcy Wretzky (baixo) e Jimmy Chamberlin (bateria).

Em 2005 o líder do grupo anunciou que voltaria com o projeto e em 2007 veio Zeitgeist, um novo disco onde só ele e Jimmy Chamberlin, da última formação, apareceriam.

Pontos Interessantes

Vale lembrar aqui que em 2000 os Pumpkins tinham, sim, tensões internas expostas em ocasiões anteriores.

Além disso, após o sucesso do incrível Mellon Collie and the Infinite Sadness (1995), passou a transitar por novas sonoridades que desagradaram até fãs ferrenhos, o que acabou diminuindo audiência, público e apoio.

Culpar a música Pop inteiramente pelo fim de uma banda parece ter sido só mais um exagero de Billy Corgan, músico que passou boa parte da carreira criando polêmicas.

Não acha?