Melro
Foto: Jefferson Luz

Todo dia é dia de Lançamentos Nacionais aqui no TMDQA! e hoje não seria diferente.

Com diferentes gêneros musicais e formatos, trazemos bandas e artistas que podem chamar a sua atenção e merecem aquela ouvida.

E vale o aviso: muito disso estará na nossa playlist oficial no Spotify. Então, é só acompanhar sempre por aqui e ouvir tudo no player abaixo.

Estamos sempre falando de música brasileira por aqui, então para conhecer muita coisa boa basta acompanhar na aba de Nacionais do site.

Melro

Melro
Foto: Jefferson Luz

O projeto do cantor e compositor Marcio de Andrade ao lado do produtor e multi-instrumentista Renato Amu, intitulado Melro, lança o segundo single “Conversa de Pescador”. 

Como convite para desacelerar em um cenário caótico, a canção busca contrastar o orgânico e o eletrônico em sua sonoridade. A letra remete ao imaginário, como o título já propõe. Contudo, o termo “Conversa de Pescador” torna-se realidade e traz mensagens sobre detalhes que acabam por ser “invisíveis” em meio a correria do cotidiano.

“É sobre o pescador que entra no mar com sua jangada, ainda pela noite, e faz suas preces para colher o dia que vem com a manhã. Em contraste, a cidade, com todo o seu concreto e janelas misteriosas é pano de fundo para o mar, por vezes calmo e por vezes tomando o que é seu sem pedir licença,” explica Marcio.

Assista ao clipe:

Fuzzly

Fuzzly
Foto: Reprodução/Instagram

Com quase 20 anos de carreira, a banda Fuzzly marca a data com o clipe de “Illusion”.

Formada por Dark Jordão (guitarra e vocal) e Rafael Arruda (bateria), a dupla traz no single referências do grunge e sonoridades setentistas. “Illusion” também ganhou clipe, com produção, roteiro e atuação de Leandro Lazzarotto. Quase todas as cenas foram gravadas no Coletivo Frajola, em Florianópolis, e o restante na rua e em um mercado.

A proposta do vídeo é mostrar o quão as pessoas são controladas, independente dos meios, seja pelas mídias ou pelas válvulas de escape para fugir da realidade exposta. Com isso, mostra Lazzarotto passando um ar de alucinação, perturbado com os fatores externos. Assista:

Dona Cislene

Dona Cislene no Palco Supernova do Rock In Rio 2019
Foto por Marta Ayora / TMDQA!

Em reclusão devido à pandemia, a banda brasiliense Dona Cislene aderiu ao home office e lançou o single “Dias Melhores Virão”. Gravada de forma completamente remota, a canção foi produzida sem que os quatro integrantes tenham se encontrado pessoalmente.

“Compus a letra e a estrutura da música, nosso produtor Ricardo Ponte também entrou nessa e quebrou a cabeça junto com Paulo [baterista] para procurar linhas de bateria já gravadas por ele, que fossem compatíveis à estrutura. As guitarras, baixo e vozes foram gravados cada um em sua casa com um computador, uma plaquinha de dois canais e muita vontade de fazer essa música acontecer,” conta Bruno Alpino, vocalista.

Em um processo de gravação e uma comunicação direta pelo WhatsApp, cada etapa gravada surpreendeu os integrantes. Segundo Alpino, o processo foi um tanto solitário e desafiador. “Uma música que fala sobre a saudade do cotidiano, das pequenas coisas do dia-a-dia, da interação próxima com amigos e da vontade de viver e experimentar sempre. Em resumo, essa música é um breve recado de nós quatro da Dona Cislene, que precisamos de calma e que vai ficar tudo bem,” reitera.

Além disso, toda a verba arrecadada com streams da faixa será doada para o Projeto Backstage Brasília, que visa colaborar com a classe de trabalhadores da cultura, como roadies, carregadores, técnicos, entre outros. Assista:

Paulo Veríssimo

Paulo Veríssimo
Foto: Divulgação

Como fruto da sua experiência artística na banda Distintos Filhos e entre outros projetos locais, o também brasiliense Paulo Veríssimo estreia na carreira solo com o EP Desligue a TV.

Gravado no estúdio Orbis, em Brasília, o EP contou com a participação dos músicos Moisés Pacífico (baixo), Sand (bateria) e do seu parceiro de Distintos Filhos, Marcos Amaral (teclado). Ao trazer temáticas da vida dentro de casa, mudanças de rotina e situações introspectivas, as três faixas refletem com maestria a solidez das composições de Veríssimo.

Ouça:

Os Últimos Escolhidos do Futebol

Os últimos escolhidos do futebol
Foto: Eric Solon

Destaque da cena de Bauru, município de São Paulo, o quinteto Os Últimos Escolhidos do Futebol estreia o EP homônimo. Ao desenhar a geração dos anos 10, as cinco faixas formam uma breve fotonovela da vida do jovem que acabou de sair da faculdade e canta mais de mil perguntas sem respostas.

Como forma de retratar fases diferentes da vida de cada membro, o EP é uma síntese de sentimentos variados em forma linear. Oposto a isso, a gravação foi feita de forma variada, onde os integrantes intercalaram entre os instrumentos. “Algo que quisemos trazer para o projeto era que não nos apegássemos em funções, tentando assim facilitar a criação de diferentes tipos arranjos e composições,” afirma João Albino, baixista.

Ouça e divirta-se: