Misael
Divulgação
 

Começar a carreira aos 8 anos de idade não é algo que vemos todos os dias, mas por acaso foi o que aconteceu com Misael.

Hoje com 25 anos, o então pequeno rapper deu seus primeiros passos na música quando participou de uma gravação do Pacificadores, que era produzido por seu irmão mais velho, Fábio (Neguim). O gosto pela profissão veio cedo, e três anos depois ele entrou para a formação do grupo, protagonizando a canção “Eu Queria Mudar”.

Corta para o ano de 2019, e vemos um Misael completamente diferente e mais maduro. Com uma carreira cada vez mais sólida, a participação em eventos virou rotina — de atração do Desfile das Campeãs, no Carnaval do Rio de Janeiro, até o Programa Raul Gil, todos os desafios foram tirados de letra pelo rapper.

A televisão fez grande parte do sucesso do brasiliense, já que foi em 2017 que a canção “Lembranças”, gravada com o conterrâneo e amigo Hungria Hip Hop, bombou graças à sua aparição em Malhação: Viva a Diferença. Antes mesmo disso, a dupla já havia se juntado para “Baú dos Piratas”, que fez parte da trilha sonora da novela Rock Story.

Promovendo agora seu single “Evoluindo”, que retrata bem as movimentações de sua carreira no momento, Misael respondeu algumas perguntas da equipe do TMDQA! por e-mail e contou um pouco mais sobre sua incrível trajetória e os próximos passos em meio a essa situação de pandemia que aflige o país e o mundo. Confira a seguir!

Entrevista com Misael

TMDQA!: Fala, Misael! Obrigado pelo seu tempo e espero que esteja tudo bem por aí. Queria começar te perguntando sobre a nova música “Evoluindo”, que certamente representa muito bem o momento da sua carreira. Como você enxerga a sua evolução musical e pessoal nesses últimos 16 anos pra chegar onde está agora?

Misael: A música retrata bem o que eu vivi. Realmente passei diversas dificuldades na vida pessoal que me fizeram pensar em parar por ali, mas diante de tudo isso, sempre tive comigo algo maior. Me alimentei com as dificuldades ao invés de sofrer com elas, aprendi a desejar mais e mais meus sonhos e esse foi um dos maiores motivadores da minha evolução até aqui.

TMDQA!: Quão importante você acredita que foi pra você começar tão cedo na música?

Misael: A experiência que eu trouxe de lá pra cá moldou muito a pessoa que me tornei, devo tudo à música e todas as oportunidades que ela me proporcionou de chegar onde estou e de formar o meu caráter e personalidade!

Cena do rap de Brasília e dificuldades com a pandemia

TMDQA!: Assim como você, sou de Brasília. Sei que a cena do rap é muito forte por aqui, em especial com nomes como Tribo da Periferia e o próprio Hungria. Você acha que essa cena está crescendo cada vez mais, atingindo novos patamares? Como foi pra você crescer junto e ser inspirado por essa galera?

Misael: Sim, nosso cenário crescendo cada vez mais! O rap de Brasília vem seguindo esse movimento evolutivo desde as gerações anteriores. Eu cresci no meio de músicas que foram muito boas pra mim, se tornaram uma ótima herança, junto com esses caras com quem aprendi muito. Quero ser esse artista da minha geração e deixar um legado para as próximas.

TMDQA!: Você estava com uma agenda de shows lotada antes dessa pandemia nos atrapalhar. Ter que cancelar/adiar essas datas te deixa desanimado ou só te deixa mais ansioso pros próximos shows?

Misael: Eu fico triste pois já tem algum tempo que não faço o que mais amo e ao mesmo tempo ansioso pelos próximos, mas a preocupação maior no momento é de que todos cuidem bem da saúde para voltarmos à normalidade o quanto antes.

TMDQA!: E como você imagina que vão ser essas apresentações depois dessa fase tão complicada? Acho que as pessoas vão estar mais empolgadas do que nunca, você concorda?

Misael: Realmente, eu acho que sim. Pelo menos nós, artistas, estamos loucos para voltar aos palcos e rever nossos fãs. Imagino só a quão animada a galera que vai para curtir a festa estará. Mal posso esperar!

Presença na televisão e parceria com Mr. Catra

TMDQA!: Ter suas músicas fazendo sucesso é uma coisa, mas imagino que seja outro patamar quando você se vê tocando em trilhas na televisão e coisas do tipo. Deu pra sentir a diferença no grau de sucesso depois dessas aparições?

Misael: A gente atinge outro tipo de público, certamente conta bastante para o seu crescimento como artista e para o crescimento do RAP em si.

TMDQA!: Queria te perguntar também sobre a parceria com o Mr. Catra e tudo que simboliza pra você ter sido a última gravação antes do triste falecimento dele. Pode nos contar sobre isso?

Misael: Foi muita honra pra mim poder conhecer e gravar com o Catra. Ele era um artista
muito importante na cultura popular do nosso país, uma das pessoas mais inteligentes
e humildes que já conheci. Gravamos “Modo Avião” juntos e a canção se tornou muito
especial pra mim. Foi, com certeza, um grande marco na minha carreira.

TMDQA!: Por fim, depois do sucesso de “Evoluindo”, conta pra gente como você pretende continuar evoluindo e chegar ainda mais longe!

Misael: Se eu continuar focado no meu sonho a cada amanhecer, não tenho dúvidas que caminharei de encontro com a minha evolução pessoal e como artista!

 
 
Compartilhar