Dave Grohl e Bruce Springsteen
Foto de Dave Grohl via Shutterstock
 

Se você é fã dos Foo Fighters, já deve ter visto que Dave Grohl tem usado seu tempo em quarentena para contar histórias de sua vida — já que acabou de finalizar um álbum inteiro, que terá uma pegada meio “rock dançante”.

Em uma dessas publicações, feita através do The Atlantic, Grohl revelou que um de seus maiores ídolos esteve em seu show por um motivo que o fez se sentir uma “humilhação devastadora”. Trata-se de Bruce Springsteen, que teria ido a uma apresentação do FF para ver a banda de abertura:

Uma noite, antes de um show do Foo Fighters em Vancouver, o meu empresário de turnê me alertou que o ‘Boss’ em carne e osso, Bruce Springsteen, estava na plateia (corta para meus nervos paralisados). Congelado pelo medo, eu fiquei me perguntando como eu poderia possivelmente me apresentar em frente a esse showman lendário, famoso por seus épicos shows que duram quatro horas. Eu com certeza não poderia atender às suas imensas expectativas! Acontece que ele estava lá para ver a banda de abertura (corta para humilhação devastadora), então eu estava livre.

Mas nós conversamos brevemente antes do show, e eu fui novamente lembrado não apenas do ser humano por trás de cada super-herói, mas também da razão pela qual milhões de pessoas se identificam com ele: ele é real. Três horas depois, enquanto eu sentava em um banco de vestiário me recuperando do show, encharcado em meu próprio suor, ouvi uma batida na porta. Bruce queria dizer olá. Já que ele acabou ficando para o nosso set (corta para meu queixo caindo até o chão), ele muito generosamente nos agradeceu e comentou sobre nossa performance, especificamente a relação que parecemos ter com nossa plateia. Algo que ele obviamente entende muito bem. Quando perguntado de onde ele assistiu ao show, ele disse que ficou na plateia, como todo mundo. Claro que ele fez isso. Ele estava procurando por essa conexão também.

Felizmente, a história acabou bem para Dave. Ainda assim, ele recebeu uma carta do “Boss” alguns dias depois com um conselho valioso:

Alguns dias depois, eu recebi uma carta de Bruce, escrita à mão em um bloco de notas de hotel, que explicava isso muito claramente. ‘Quando você olha para a plateia,’ ele escreveu, ‘você deveria se ver neles, da mesma forma que eles deveriam se ver em você.’

Não querendo me gabar, mas eu acho que tenho tido o melhor lugar da casa pelos últimos 25 anos. Porque eu REALMENTE vejo vocês.

Dave Grohl e o novo disco do Foo Fighters

Dave Grohl comparou recentemente o novo disco da banda ao clássico Let’s Dance, lançado por David Bowie em 1983 com produção de Nile Rodgers.

Como o nome bem diz, no álbum estão canções dançantes e três dos seus maiores hits: “Let’s Dance”, “China Girl” e “Modern Love”. Pois ao revelar como enxerga o novo disco dos Foos, Dave disse:

Esse disco é tão bom. Estamos tão empolgados para que as pessoas ouçam, e estamos empolgados para tocar as músicas dele ao vivo.

Ele é repleto de canções de rock grandiosas, com cara de hino, feitas pra todo mundo cantar junto. É meio que um disco de música dance, mas não é música eletrônica, disco ou dance moderno. É isso que gostaríamos de fazer, queríamos gravar um disco pra cima e divertido.

Ainda não há informações a respeito de uma data de lançamento mas a gente já sabe pelo menos o período em que o novo disco do Foo Fighters será lançado.