Tame Impala no festival Mad Cool 2018
Foto do Tame Impala via Shutterstock
   

Com o advento do streaming, sem dúvidas temos dados mais precisos sobre o consumo de música já que a prática (antes tão comum) dos downloads ilegais se reduziu muito. Com isso, a Billboard montou recentemente uma lista de 10 músicas que vivem uma situação peculiar.

Apesar de não terem sido sucessos estrondosos na época de seu lançamento — todas antes de 2015 —, essas faixas seguem acumulando milhões de ouvidas até hoje. A surpresa é porque grande parte dessas canções não são vistas como clássicos, como é o caso por exemplo de “Don’t Stop Believin'”, do Journey, que segue sendo ouvida milhões de vezes.

As 10 músicas selecionadas passaram relativamente despercebidas ou pensava-se que elas já teriam sido esquecidas até agora, mas os números provam o contrário. É claro que algumas delas tiveram suas popularidades renovadas por outros meios, como é o caso de “Play Date”, de Melanie Martinez, que recentemente virou febre no TikTok ou de “The Night We Met”, de Lord Huron, que nem chegou a ser single mas acabou sendo usada no seriado 13 Reasons Why.

Confira as canções logo abaixo!

10 músicas que ainda recebem milhões de plays semanais

Grouplove – “Tongue Tied” (2012; 2,6 milhões de streams na última semana)

Ty Dolla $ign – “Or Nah” (2014; 2,8 milhões de streams na última semana)

Willow – “Wait a Minute!” (2015; 2,9 milhões de streams na última semana)

Lord Huron – “The Night We Met” (2015; 2,9 milhões de streams na última semana)

Christina Perri – “A Thousand Years” (2011; 3,1 milhões de streams na última semana)

Vance Joy – “Riptide” (2013; 3,4 milhões de streams na última semana)

Tame Impala – “The Less I Know the Better” (2015; 3,5 milhões de streams na última semana)

J. Cole – “No Role Modelz” (2014; 3,6 milhões de streams na última semana)

Melanie Martinez – “Play Date” (2015; 5,1 milhões de streams na última semana)

Chris Stapleton – “Tennessee Whiskey” (2015; 8,2 milhões de streams na última semana)