Dave Mustaine, vocalista e guitarrista do Megadeth
 

Dave Mustaine, lenda do Heavy Metal que iniciou a carreira no Metallica e posteriormente fundou o influente Megadeth, venceu a batalha contra o câncer.

Nos últimos meses, falamos bastante por aqui sobre como o próprio sempre fez questão de compartilhar as etapas do tratamento e as suas vitórias, e agora ele o fez novamente.

Em entrevista para a Metal Hammer, Mustaine disse que a maconha lhe ajudou a combater os efeitos colaterais de tratamentos pesados como radioterapia e quimioterapia, necessários para que o tumor na garganta fosse embora.

Só para você ter uma ideia, foram 51 tratamentos com radiação e nove sessões de quimio, o que definitivamente tem um peso em cima do corpo humano.

Dave Mustaine, Câncer e a Maconha

Na entrevista, o músico falou sobre como está 100% recuperado e inclusive já excursionou com a banda.

Ele mencionou o tratamento, e disse (via Loudwire):

Meu último tratamento foi em Setembro (2019) e eu tive bastante tempo para descansar, me exercitar e comer direito antes que voltássemos à estrada. Fizemos 22 shows internacionais e eu me sinto muito bem agora, exceto pela fadiga.

Mas eu acho que muito disse deve ser por causa de, hmmm, atividades extracurriculares. Ficar acordado até tarde. Dormir mal. Talvez um pouco de, sabe… [coloca o dedão e o indicador nos lábios e inala]

Dave Mustaine ainda explicou como a maconha ajudou e também falou do “efeito colateral” da cannabis: uma paixão incontrolável por doces:

A radiação detonou as minhas glândulas salivares então eu não conseguia produzir saliva, o que tornava muito difícil a tarefa de engolir e comer. Eles me deram um enxaguante bucal maluco que tinha Benadryl e lidocaína, mas eu ainda não conseguia comer. Então a cannabis ajudou com isso, mas o problema é que eu desenvolvi uma vontade terrível por cereais infantis. Eu fui até a loja e comprei tipo, 20 caixas.

Trix com marshmallows. Froot Loops com marshmallows. Frosted Flakes. O tipo que vem com pequenos marshmallows. Você me entende. A equipe que tratou o meu câncer me disse para cuidar e monitorar a quantidade de açúcar ingerida, mas eles também disseram, ‘Dave, se você consegue comer – então coma.’

No passado, o líder do Megadeth se mostrou completamente favorável à legalização da maconha medicinal mas disse que para fins recreativos “a história é completamente diferente”, sugerindo votações em cada estado dos EUA.

Com isso em vista, ele declarou:

Eu acho que o mundo está descobrindo só agora a beleza da cannabis e tudo que ela pode fazer por você.

Eu ouço as pessoas falando sobre como ela é boa para pacientes com câncer. Poxa vida, ela é boa pra pacientes de qualquer porra de doença!

 
Compartilhar