Ozzy Osbourne e Tony Iommi (Black Sabbath)
Foto: Divulgação
 

Pelo menos de acordo com Tony Iommi, os fãs do Black Sabbath ainda podem manter as esperanças de ver a banda se apresentar mais uma vez quando essa pandemia acabar.

Em uma entrevista à SiriusXM (via Metal Injection), Iommi revelou que gostaria de se reunir com Ozzy Osbourne e companhia mas não sabe muito bem como fazer — para ele, o ideal seria fazer um show esporádico, mas a estrutura que as apresentações do Sabbath requerem pode ser um problema:

Eu acho que seria bom, se pudéssemos fazer isso [show do Sabbath]. A dificuldade é, certamente com o Sabbath, por ser algo tão grande, você não pode só fazer um show ocasional, por conta da equipe, e você tem toda a produção. Teria que ser um ano ou uma turnê de 18 meses… eu não me oponho a nada; eu só faria de uma forma diferente.

Enquanto isso não acontece, podemos esperar que novas músicas de Iommi surjam em um futuro relativamente próximo. Ele revelou que tem “muita coisa” guardada, de “anos atrás”, e que toca toda noite já que tem uma “coceira” para fazer algo — apesar de deixar bem claro que “certamente não uma turnê mundial”.

Continua após o vídeo

Tony Iommi e Ronnie James Dio

Na mesma conversa, Iommi falou sobre o projeto Heaven & Hell, que teve com o saudoso ex-vocalista Ronnie James Dio e com o ex-companheiro de Black Sabbath Geezer Butler. Ele declara seu carinho pelo cantor e deixa bem claro que, se Dio ainda estivesse vivo, a dupla provavelmente estaria trabalhando junta:

Eu realmente amei aquele período, estar de volta com o Dio, nós estávamos realmente em sintonia com aquela banda, e era uma excelente banda. E aí nós fizemos a coisa do Sabbath com o Ozz, que foi ótimo, pra encerrar o ciclo. Mas eu devo achar que se Ronnie estivesse vivo, eu provavelmente estaria fazendo algo com ele agora.

Você pode ouvir tudo isso e muito mais (em inglês) pelo vídeo abaixo.