The Beatles por Robert Freeman
Foto por Robert Freeman

O ano era 1976 e os Beatles estavam seguindo suas carreiras solo depois de um fim que supostamente envolveu muitas brigas e desavenças entre os membros.

O maior programa de comédia da TV americana à época era o Saturday Night Live — e talvez ainda seja, na verdade — e o produtor Lorne Michaels teve uma ideia sensacional. Ele pegou com a NBC, rede que transmitia o programa, um cheque no valor “exorbitante” de três mil dólares e disse, em rede nacional:

Continua após o vídeo

Olá! Eu sou o Lorne Michaels, produtor do Saturday Night. Neste momento, estamos sendo assistidos por aproximadamente 22 milhões de pessoas mas por favor permitam que eu me dirija a quatro pessoas bem especiais: John, Paul, George e Ringo, os Beatles.

Ultimamente têm surgido vários rumores de que vocês quatro podem estar se reunindo. Isso seria ótimo: para mim, os Beatles são a melhor coisa que já aconteceu na música e vão até além disso. Vocês não são só um grupo musical, nós crescemos com vocês. E é por esse motivo que eu estou os convidando para aparecer no nosso programa.

Agora, nós vimos e lemos muito sobre conflitos legais e de personalidade que podem impedi-los de se reunir; isso é algo que não é da minha conta. Vocês vão ter que cuidar disso. Mas também foi dito que até agora ninguém ofereceu dinheiro suficiente para satisfazê-los. Bom, se é dinheiro que vocês querem, não será um problema.

A National Broadcasting Company [NBC] me autorizou a oferecer a vocês um cheque certificado de TRÊS MIL dólares. […] Tudo que vocês têm que fazer é cantar três canções dos Beatles. ‘She loves you, yeah, yeah, yeah’? Já são mil dólares aí. Vocês sabem as letras, vai ser fácil. Como eu disse, esse cheque é para os Beatles — vocês dividem como quiserem. Quer dar menos ao Ringo? É com vocês. Eu prefiro não me envolver. Eu estou sendo sincero e se isso lhes ajudar a decidir fazer uma reunião, então vale o investimento.

Acontece que Lorne provavelmente nem imaginava que, de fato, pelo menos dois dos Beatles estavam realmente assistindo ao programa.

A reação dos Beatles

Anos depois, em uma entrevista, Paul McCartney contou que esse dia foi realmente o mais próximo que houve de uma reunião dos Beatles.

Isso porque ele estava na casa de John Lennon, no famoso Dakota Building, assistindo à oferta. Como a residência de Lennon ficava a poucos metros do estúdio de gravação do SNL, Paul conta que os dois realmente pensaram em aparecer de surpresa por lá e tocar algumas músicas — mas brinca que “o dinheiro não era suficiente”.

Na verdade, segundo Paul, a dupla estava muito cansada no dia e resolveu não ir até lá. É possível especular também que havia uma certa ressalva quanto às implicações que essa aparição teria, já que a maior banda do mundo à época certamente teria muitas amarras legais. Infelizmente, por muito pouco, não pudemos ver esse momento que certamente entraria pra história.

Continua após o vídeo

O fato é que, anos depois, um ex-Beatle apareceu no Saturday Night Live e protagonizou uma cena hilária em relação a essa proposta. Foi George Harrison, que se encontrou com Lorne Michaels e, é claro, cobrou seus três mil dólares!

No fim, George não conseguiu a grana — afinal de contas, ele só era um quarto da banda! Você pode rever esse momento do saudoso ícone logo abaixo.